pub

Para melhor português no Nazaré Challenge

Mar Sem Fim Apresenta Prémio Bolsa

Etapa portuguesa do Big Wave Tour WSL vai estar em período de espera entre 15 de outubro 2016 e 28 de fevereiro 2017 (®CMN)
Etapa portuguesa do Big Wave Tour WSL vai estar em período de espera entre 15 de outubro 2016 e 28 de fevereiro 2017 (®CMN)
pub

O Nazaré Challenge, evento da ‘Big Wave Tour’ 2016/17 da World Surf League entra em período de espera a partir de sábado, 15 de outubro. O projeto EDP Mar Sem Fim acaba de anunciar a atribuição de um prémio Bolsa de Exploração ‘EDP Tour’, no valor de 2 mil euros, para o surfista português melhor classificado na etapa portuguesa do circuito mundial de ondas grandes. O surfista algarvio Alex Botelho será um dos candidatos ao prémio.

O período de espera do Nazaré Challenge 2016 decorre de 15 de outubro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017. A Câmara Municipal da Nazaré vai assinalar o início da ‘janela de espera’ com uma cerimónia oficial de apresentação do evento no Forte de S. Miguel Arcanjo. Por essa razão, o forte estará encerrado ao público no sábado, 15 de outubro.

Na lista de surfistas participantes, a elite Mundial de Ondas Grandes em remada, encontram-se cinco portugueses, todos eles com uma relação especial com o projeto EDP Mar Sem Fim e, por esse motivo, seleccionados para disputar a Bolsa de Exploração ‘EDP Tour’: João de Macedo, António Silva, Nicolau Von Rupp, Alex Botelho e Hugo Vau.
João de Macedo, um dos surfistas portugueses mais experientes em ondas gigantes e, até aqui, o único a competir no circuito mundial, é o mentor da armada portuguesa que integra esta competição. A ele vão juntar-se António Silva, vencedor, por dois anos consecutivos, da Bolsa XXL (2014/15 e 2015/16) e Alex Botelho, que venceu recentemente três dos cinco prémios XXL EDP Mar Sem Fim. Nic Von Rupp, vencedor da edição do ano passado dos Prémios XXL EDP Mar Sem Fim está também na lista de convidados da WSL, tal como Hugo Vau, que participou em 2014 nas conversas Mar Sem Fim.
“Depois de duas temporadas onde apostámos num formato de submissões de projetos, em que foram atribuídas sete bolsas e um valor total de 15.000,00€, acreditamos que esta é a melhor forma de desenvolver o Surf de Ondas em Portugal. A Nazaré é o cenário perfeito de treino e preparação para as ondulações de inverno e expedições EDP Mar Sem Fim, assim, pretendemos com esta bolsa atribuída permitir que o melhor português possa viajar até a outros locais onde decorram provas do circuito mundial”, explica Mário Almeida, Responsável pelo projeto EDP Mar Sem Fim.
Pela primeira vez, Portugal vai fazer parte do calendário Big Wave Tour WSL no que diz respeito ao Hemisfério Norte, juntando-se a eventos como os de Punta Galea (País Basco), Jaws (Hawaii) ou Todos os Santos (México). 
Segundo informação disponibilizada pela WSL (World Surf League), a prova arranca assim que estiverem reunidas as condições necessárias, sendo dado um aviso prévio de 72 horas para que os surfistas possam viajar e comparecer no evento.

Comentários