pub

Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-12 | Dia 1

Melhores Sub-12 de Portugal em Ação no Algarve

Organização instalou uma boa estrutura para receber atletas e público, à qual não faltam sombras, esperguiçadeiras e até um insuflável gigante para diversão das crianças (®PauloMarcelino)
Organização instalou uma boa estrutura para receber atletas e público, à qual não faltam sombras, esperguiçadeiras e até um insuflável gigante para diversão das crianças (®PauloMarcelino)
pub

Os melhores surfistas portugueses do escalão mais jovem de competição estão a lutar este fim-de-semana, no Algarve, pelo título de campeão nacional. O concelho de Vila do Bispo é o anfitrião da finalíssima Sub-12 do Campeonato Nacional de Surf Esperanças 2016, organizada pelo Algarve Surf Clube e Federação Portuguesa de Surf. Os 32 embaixadores do futuro do surf nacional fizeram-se hoje às ondas na Praia do Castelejo e o herói do dia foi um atleta algarvio que chegou a esta final como campeão regional da Grande Lisboa.

Como campeão da região nobre do surf nacional, o algarvio João Maria Mendonça chegou à final nacional Sub-12 com estatuto de favorito. O título diz muito, mas o surf praticado este sábado pelo atleta treinado pelo surfista algarvio Miguel Mouzinho falou ainda mais alto.

Dupla algarvia: João Maria Mendonça com o seu treinador Miguel Mouzinho (®PauloMarcelino)

Dupla algarvia: João Maria Mendonça com o seu treinador Miguel Mouzinho (®PauloMarcelino)

Hoje, sábado 1 de outubro, primeiro de dois dias de competição no Castelejo, João Maria Mendonça fez a melhor onda (8,25 pontos em 10 possíveis) e a melhor pontuação combinada de duas ondas (14,30 pontos em 20 possíveis) na jornada de abertura da finalíssima nacional Sub-12. O jovem surfista da Arrifana destacou-se claramente da concorrência e já está apurado para a Ronda 4 da prova.

O mar no Castelejo apresentou este sábado condições razoáveis para surf, com ondas desalinhadas e de pouco potencial. Foram disputadas as três primeiras rondas da finalíssima, sendo que na primeira ninguém era eliminado, passando os dois últimos de cada bateria para uma fase de respescagem (Ronda 2), na qual os dois primeiros avançaram para a Ronda 3.

Algarvio João Maria Mendonça, campeão da Grande Lisboa, foi o melhor surfista, este sábado, no Castelejo (®PauloMarcelino)

Algarvio João Maria Mendonça, campeão da Grande Lisboa, foi o melhor surfista, este sábado, no Castelejo (®PauloMarcelino)

Nas três rondas hoje disputadas apenas 5 atletas conseguiram pontuações (‘scores’ em baterias) acima dos 10 pontos: João Maria Mendonça, por duas vezes (14,30 na Ronda 1 e 13,35 na Ronda 3), Martim Nunes (12,50 na Ronda 3), Martim Van Zeller (12,25 na Ronda 2), Lourenço Sousa (11,40 na Ronda 2) e Francisco Ordonhas (10,25 na Ronda 1). Estes foram os atletas mais fortes do primeiro dia, assumindo protagonismo para o segundo dia de prova, domingo 2 de outubro, no qual vai ser coroado o Campeão Nacional Sub-12.

O Algarve esteve hoje representado na prova por nove (9) atletas. Além de João Maria Mendonça, estiveram em ação os 5 atletas diretamente apurados pelo Circuito Regional do Sul 2016 e 3 atletas algarvios que receberam ‘wildcards’ (convites) da Federação Portuguesa de Surf.

Martim Brandão, Henrique 'Piki' Gomes e Julian Seyffert, os três 'wildcards' algarvios eliminados no primeiro dia de prova (®PauloMarcelino)

Martim Brandão, Henrique ‘Piki’ Gomes e Julian Seyffert, os três ‘wildcards’ algarvios eliminados no primeiro dia de prova (®PauloMarcelino)

Os 5 atletas apurados pelo Circuito Regional do Sul 2016 são (por ordem de ‘ranking’): Splinter Berkum (AlgarveSC), Diogo Brasil (ICMPortimão/Playsurf), Pedro Ulrich (CNPortimão/Surf Lisbon Formação), Alexandre Ferreira (AlgarveSC) e Salvador Catarino (AlgarveSC).

Os 3 atletas que receberam ‘wildcards’ FPS são: Martim Brandão (Albufeira Surf Clube), Julian Seyffert (Associação Dinamika – Quarteira Surf Project) e Henrique ‘Piki’ Gomes (Portimão Surf Clube).

Algarvio Diogo Brasil melhorou ao longo do dia e apurou-se para a Ronda 4 (®PauloMarcelino)

Algarvio Diogo Brasil melhorou ao longo do dia e apurou-se para a Ronda 4 (®PauloMarcelino)

Do grupo de 9 representantes do Algarve que hoje se apresentou à competição no Castelejo, apenas 2 – João Maria Mendonça e Diogo Brasil – continuam em prova. Alexandre Ferreira, Salvador Catarino, Martim Brandão e Henrique ‘Piki’ Gomes perderam na Ronda 2. Splinter Berkum, Pedro Ulrich e Julian Seyffert perderam na Ronda 3.

Julian Seyffert foi o melhor ‘wildcard’ algarvio em prova. Tanto ele como Pedro Ulrich perderam a precisar uma uma segunda onda mais forte, para seguirem em frente. Henrique ‘Piki’ Gomes competiu diminuído por uma lesão num pé contraída na praia, momentos antes de começar a competição. Splinter Berkum, o campeão regional do Sul bloqueou e não conseguiu surfar no ‘outside’, acabando por não mostrar o seu surf.

Este é o cenário montado para a prova, com diversão gratuita na praia. Competição recomeça domingo, a partir das 12h00 (®PauloMarcelino)

Este é o cenário montado para a prova, com diversão gratuita na praia. Competição recomeça domingo, a partir das 12h00 (®PauloMarcelino)

A competição começou este sábado pelas 10h15 e terminou cerca das 17h00. O evento transferiu-se depois para Sagres, onde foi realizada uma Skate Jam e Festival de Música com concertos ao vivo pelas bandas Gorilla Riot (Inglaterra) e Cupcake Mafia (Portugal, Ericeira) e pelo DJ e surfista algarvio Toby One.

Domingo, 2 de outubro, vai ser consagrado no Castelejo o Campeão Nacional de Surf Sub-12. A competição recomeça às 12h00, para cerca de duas horas e meia de prova, com a realização da Ronda 4, ainda com baterias de quatro atletas cada, e depois as fases ‘man-on-man’ quartos-de-final, meias-finais e final. O algarvio João Maria Mendonça perfila-se como favorito cada vez mais forte ao título de melhor surfista português da sua faixa etária.

Links:

Galeria de Imagens Dia 1

Comentários