pub

Taça de Portugal de Surfing 2016 | Figueira da Foz

Francisco Duarte Sobe ao Pódio Open

Francisco Duarte, do Clube Naval de Portimão, fez o resultado individual algarvio mais relevante: 3º lugar Surf Open (®ABFM)
Francisco Duarte, do Clube Naval de Portimão, fez o resultado individual algarvio mais relevante: 3º lugar Surf Open (®ABFM)
pub

Francisco Duarte (Clube Naval de Portimão) alcançou o resultado individual algarvio de maior relevância na Taça de Portugal de Surfing 2016, ao subir ao 3º lugar do pódio Surf Open. O Portimão Surf Clube teve a maior representação algarvia na Figueira da Foz, com destaque para Bruno Gregório, 2º lugar Longboard Júnior, Michael Conlan, 4º lugar Surf Cadetes; e Francisco Canelas, 5º lugar Surf Open e autor da melhor onda do penúltimo dia na prova.

A Taça de Portugal de Surfing é uma competição por equipas. A edição deste ano foi disputada na Praia do Cabedelo, Figueira da Foz, nos dias 7 a 11 de setembro, organizada por Associação de Bodyboard Foz do Mondego e Federação Portuguesa de Surf. A prova foi servida por boas ‘direitas’, que proporcionaram bom espetáculo na praia.

Estiveram presentes duas centenas de atletas de 13 clubes, na luta por pontos disponíveis em 14 categorias nas modalidades Bodyboard (6), Surf (6) e Longboard (2). Chegou a ser realizada, ontem, domingo 11 de setembro, uma final direta SUP Wave, mas já não contou para as contas da Taça.

 A Associação de Surf da Costa de Caparica conquistou a Taça de Portugal de Surfing 2016. O Portimão Surf Clube, com 14 atletas na Praia do Cabedelo, fez 9º lugar na classificação geral por equipas, 5º no Surf. O Clube Naval de Portimão esteve representado por apenas dois atletas – Francisco Duarte (Surf Open) e António Silveira (Surf Junior) – e terminou em 13º (último) na geral por equipas, 11º no Surf.

Francisco Duarte treinou 'frontside' na Indonésia e foi isso que lhe exigiu a onda no Cabedelo (®DR)

Francisco Duarte treinou ‘frontside’ na Indonésia e foi isso que lhe exigiu a onda no Cabedelo (®DR)

Francisco Duarte alcançou o mais importante resultado individual algarvio na prova: 3º lugar Surf Open. Recém-regressado de uma viagem à Indonésia, o surfista do Clube Naval de Portimão teve uma saída precoce do Quadro Principal, na Ronda 2, e fez o percurso até à Grande Final a partir da Ronda 2 do Quadro Repescagens, na final do qual fez 2º lugar, que lhe deu o apuramento para a Grande Final.

“Foi um bom campeonato, uma boa oportunidade para por em prática aquilo que treinei na Indonésia. especialmente o ‘frontside'”, disse Francisco Duarte, ao Swell-Algarve. O surfista é regular e, como tal, as ‘direitas’ do Cabedelo foram um “bom teste” no treino de afinação do surf ‘frontside’ (de frente para a ‘parede’ da onda).

Francisco Canelas realizou uma boa prova, sobretudo, considerando que tem estado afastado da competição. O treinador de surf e presidente do Portimão Surf Clube fez 5º lugar Surf Open, 3º na final do Quadro Repescagens, no qual fez toda a prova depois de ter perdido ‘de primeira’ na Ronda 1 do Quadro Principal. “Senti-me, outra vez, com vontade de competir”, disse o surfista, ao Swell-Algarve.

O presidente do Portimão Surf Clube esteve muito próximo de conseguir o acesso à Grande Final Surf Open. “Fiz quase toda a final de repescagens em 2º e passei para 3º já quase no fim. Fiz ainda uma última onda que me dava o apuramento. Na placa e no meu relógio, a bateria estava ‘on’, mas no relógio dos juízes já tinha acabado e a onda não contou”, explicou Francisco Canelas, ao Swell-Algarve. Se a onda tivesse contado seria Francisco Duarte a ficar eliminado.

Francisco Canelas fez, no sábado, a melhor onda do dia na Taça. Foi 5º em Surf Open e falhou por pouco a Grande Final (®ABFM)

Francisco Canelas fez, no sábado, a melhor onda do dia na Taça. Foi 5º em Surf Open e falhou por pouco a Grande Final (®ABFM)

Francisco Canelas ficou ‘à porta’ da Grande Final Surf Open depois de ter ‘varrido’ o Quadro Repescagens, vencendo as suas baterias em três rondas e perdendo uma, em 2º, para Francisco Duarte. O percurso incluiu o momento de maior destaque do Algarve na Taça, a bateria solitária da Ronda 5 Repescagens (antes da final de repescagens), com três algarvios entre os quatro atletas na água: Francisco Canelas (1º), Francisco Duarte (2º) e Paulo Almeida (3º).

Foi nessa bateria algarvia da Ronda 5 do Quadro Repescagens que Francisco Canelas fez, no sábado 10 de setembro, a melhor onda do dia, uma nota de 8,50 pontos que lhe deu a vitória no ‘heat’. Foi também nessa bateria que Paulo Almeida (Portimão Surf Clube) foi eliminado (3º), depois de ter sido o algarvio que mais tempo se aguentou no Quadro Principal Surf Open, até à Ronda 3. Paulo Almeida concluiu a prova em 7º lugar individual Surf Open.

Michael Conlan (Portimão Surf Clube) subiu ao pódio Surf Cadetes, no 4º lugar individual. O jovem surfista algarvio perdeu em 3º na Ronda 2 do Quadro Principal e fez o restante da prova no Quadro Repescagens, no qual venceu a final, apurando-se para a Grande Final. Ricardo Augusto (PortimãoSC) fez 5º lugar individual Surf Cadetes, ao perder em 3º na final de repescagens.

António Silveira (Clube Naval de Portimão) foi o melhor algarvio na categoria Surf Júnior. O vice-campeão regional Sub-18 do Sul 7º lugar individual na categoria, eliminado em 3º na Ronda 5 (penúltima) do Quadro Repescagens. Foi uma derrota ingrata. António Silveira fez uma onda de 8 pontos nessa bateria e perdeu a precisar de um ‘backup’ de 3,60 pontos, depois de ter feito mais uma onda, avaliada em 3,30 pontos.

António Silveira, do Clube Naval de Portimão, está satisfeito por ter feito pontuações fortes no Cabedelo (®DR)

António Silveira, do Clube Naval de Portimão, está satisfeito por ter feito pontuações fortes no Cabedelo (®DR)

O surfista do Clube Naval de Portimão diz que a prova lhe “correu bem”. António Silveira destaca as vitórias com pontuações fortes que obteve nas duas primeiras rondas do Quadro Principal, refere que perdeu na Ronda 3 principal por não ter conseguido escapar à marcação de dois adversários do mesmo clube e sublinha a onda excelente feita na bateria da Ronda 5 de repescagens, que não foi suficiente.

Egor Volkov (Portimão Surf Clube) perdeu na mesma bateria da Ronda 5 do Quadro Repescagens, mas em 4º, concluindo a prova em 8º Surf Júnior. O surfista russo fez um percurso semelhante ao de António Silveira, tendo também sido afastado do Quadro Principal na Ronda 3.

O campeão regional Sub-18 do Sul, Bruno Gregório (PortimãoSurf Clube), fez um resultado em Surf Júnior abaixo das expetativas: foi afastado do Quadro Principal na Ronda 2 e eliminado na Ronda 4 (antepenúltima) do Quadro Repescagens. Mas Bruno Gregório fez um excelente campeonato de equipa, participando em mais duas categorias, em modalidades que não pratica, para lutar por pontos para o clube.

Bruno Gregório entrou em Longboard Junior, numa linha de surf que não pratica e com uma ’tábua’ muito velha, e conseguiu um surpreendente 2º lugar individual. Bruno perdeu na Ronda 2 do Quadro Principal, mas depois ‘varreu’ o Quadro Repescagens com vitórias em três rondas, incluindo a final de repescagens. Na Grande Final Longboard Junior, Bruno Gregório só ficou atrás de João Gama, campeão nacional de longboard Sub-18, que ‘limpou’ todas as suas baterias no Cabedelo.

Bruno Gregório foi 2º em Longboard Júnior. O campeão regional Sub-18 'shortboard' ainda foi ao Bodyboard e foi o surfista que mais pontuou para o Portimão Surf Clube (®ABFM)

Bruno Gregório foi 2º em Longboard Júnior. O campeão regional Sub-18 ‘shortboard’ ainda foi ao Bodyboard e foi o surfista que mais pontuou para o Portimão Surf Clube (®ABFM)

Bruno Gregório entrou também em Bodyboard Junior. O surfista perdeu em 3º na Ronda 1 do Quadro Principal, conseguiu passar a Ronda 1 do Quadro Repescagens e foi eliminado na ronda seguinte desse quadro alternativo. A aventura do surfista no bodyboard valeu 413 pontos para o PortimãoSC nas contas para a classificação por equipas, aos quais se juntam os 860 pontos conquistados em Longboard Junior. Bruno Gregório foi o atleta que mais pontuou para o clube na Taça de Portugal.

Francisco Canelas também foi procurar pontos em Longboard Open. O presidente do Portimão Surf Clube foi eliminado na Ronda 2 do Quadro Repescagens, recolhendo 475 pontos, aos quais somou os 610 pontos conquistados com o 5º lugar em Surf Open. Francisco Canelas foi o segundo maior contribuir com pontos para a equipa do PortimãoSC na Taça de Portugal.

Concha Balsemão (Portimão Surf Clube) também competiu em duas categorias: Surf Feminino Sénior e Bodyboard Feminino Sénior. A jovem surfista da Carrapateira foi eliminada na Ronda 3 Repescagens em Surf Feminino Sénior e na Ronda 2 Repescagens em Bodyboard Feminino Sénior. Mariana Canelas (Portimão Surf Clube) competiu em Surf Feminino Sénior, mas perdeu na Ronda 2 Repescagens.

Concha Balsemão fez 7º lugar individual em Surf Feminino Sénior (555 pontos) e 10º lugar em Bodyboard Feminino Sénior (488 pontos), conquistando um total de 1043 pontos para o clube, mais do que valeria a vitória numa categoria. Inês Pinto (Portimão Surf Clube) também competiu em duas categorias – Surf Feminino Júnior e Bodyboard Feminino Júnior – mas perdeu ‘de primeira’ (Principal e Repescagens) em ambas.

Portimão Surf Clube foi a maior equipa do Algarve na Taça: fez 9º lugar geral por equipas, 5º no Surf por equipas (®ABFM)

Portimão Surf Clube foi a maior equipa do Algarve na Taça: fez 9º lugar geral por equipas, 5º no Surf por equipas (®ABFM)

Inês Pinto não pontuou em Surf Feminino Júnior, mas conquistou 425 pontos (15º lugar) no Bodyboard Feminino Júnior. Os pontos para o Portimão Surf Clube em Surf Feminino Júnior foram conquistados por Maria Rosário, que chegou à Ronda 2 Repescagens, o que lhe valeu o 9º lugar individual na categoria e 500 pontos para o PortimãoSC na classificação por equipas.

Em Surf Juvenil competiram dois atletas do Portimão Surf Clube. Henrique ‘Piki’ Gomes foi afastado na Ronda 2 Repescagens. Leon Schneider, vice-campeão regional Sub-14 do Sul, foi quem pontuou para o clube nesta categoria. Leon fez 9º lugar individual, ao perder em 3º na Ronda 4 Repescagens e conquistou  500 pontos para o PortimãoSC.

O forte espírito de equipa – surfistas a competir também em bodyboard – e o empenho dos atletas do Portimão Surf Clube na Taça de Portugal foram elogiados pelo presidente do clube na hora do comentário final. “Estamos de parabéns. Gostei da entrega de todos os atletas e fiquei contente de ver que estão no bom caminho. O mais importante foi participar. Quero agradecer à Câmara Municipal de Portimão pelo apoio que deu ao clube no transporte para a prova”, disse Francisco Canelas, ao Swell-Algarve.

Grandes Finais | Taça de Portugal de Surfing 2016

Surf Sénior Open

1. John Junior (SCP)

2. Pedro Rua (ESC)

3. Francisco Duarte (CNPortimão)

4. Ivo Cação (ASFF)

Surf Júnior

1. Simão Penha (SCP)

2. Gaspar Teixeira (ASCC)

3. Gonçalo Vieira (ASCC)

4. Tomás Farinha (PPSC)

Surf Cadetes

1. Joaquim Chaves (ASCC)

2. Andres Melendez (ESC)

3. Manuel Villas-Boas (CSPort)

4. Michael Conlan (PortimãoSC)

Surf Juvenil

1. Martim Paulino (ASCC)

2. Martim Carrasco (ESC)

3. Vasco Claro (ESC)

4. José Bruschy (CSPort)

Surf Feminino Sénior

1. Ana Sarmento (ESC)

2. Beatriz Santos (ASCC)

3. Camila Costa (PPSC)

4. Inês Bispo (ASCC)

Surf Feminino Júnior

1. Matilde Passarinho (ASCC)

2. Mafalda Lopes (ASCC)

3. Carolina Santos (PPSC)

4. Catarina Beirão (CSPort)

Longboard Open

1. João Dantas (SCP)

2. Sebastião Maia (AON)

3. Ivo Cação (ASFF)

4. José Lafuente (ASCC)

Longboard Júnior

1. João Gama (SCP)

2. Bruno Gregório (PortimãoSC)

3. Gonçalo Vieira (ASCC)

4. Tomás Farinha (PPSC)

Bodyboard Sénior Open

1. Jaime Jesus (ABFM)

2. Daniel Fonseca (PPSC)

3. Miguel Adão (ABFM)

4. Pedro Levi (PPSC)

Bodyboard Júnior

1. Tomás Silva (ABFM)

2. André Rodrigues (AquaCarca)

3. António Ferreira (AquaCarca)

4. Pedro Machado (AON)

Bodyboard Cadetes

1. João Ferreira (AquaCarca)

2. Afonso Silva (PPSC)

3. Miguel Ferreira (AquaCarca)

4. Pedro Gracio (ASFF)

Bodyboard Juvenil

1. Pedro Ferreira (AquaCarca)

2. Tomás Meca (CDAN)

3. Joel Rodrigues (CNP)

4. Miguel Santos (CDAN)

Bodyboard Feminino Sénior

1. Teresa Almeida (CDAN)

2. Ana Peres (CNP)

3. Ana Adão (ABFM)

4. Marta Leitão (ESC)

Bodyboard Feminino Júnior

1. Teresa Padrela (AquaCarca)

2. Carolina Esteves (CDAN)

3. Mariana Rosa (AquaCarca)

4. Margarida Pena (ABFM)

Comentários