pub

Margarida Gil Morais Vence no Feminino

Miguel Martinho ‘Vice’ Mundial Masters

Miguel Martinho na chegada de uma das regatas na Baía Maratona (®GFWA)
Miguel Martinho na chegada de uma das regatas na Baía Maratona (®GFWA)
pub

Miguel Martinho (Clube Naval de Portimão) sagrou-se Vice-Campeão do Mundo de Formula Windsurfing na categoria Masters. O velejador algarvio, campeão europeu e multicampeão nacional FW, ficou a escassos cinco pontos do vencedor no Festival Mundial de Formula Windsurfing 2016, que ontem terminou, na Grécia. Margarida Gil Morais, também do CNPortimão, venceu na categoria Mulheres. A algarvia sagrou-se Campeã Feminino FW e Campeã Feminino da Taça da Europa Helénica.

O Festival Mundial de Formula Windsurfing 2016 decorreu na Baía Maratona, próximo de Atenas, nos dias 5 a 10 de setembro. O evento incluiu o Mundial por Categorias (Masters e Juventude), o Campeonato Feminino FW, a Taça da Europa Helénica e pontuou também para o ‘ranking’ nacional grego.

Foram disputadas 10 regatas nos primeiros quatro dias de prova. Ontem, sábado 10 de setembro, as frotas ainda saíram por duas vezes para o mar, mas o vento não permitiu a realização de qualquer regata válida no último dia do campeonato.

Miguel Martinho é Campeão Europeu Masters. Algarvio conquistou o título em casa, em maio (®PauloMarcelino/EuroFW_Portimao)

Miguel Martinho é Campeão Europeu Masters. Algarvio conquistou o título em casa, em maio (®PauloMarcelino/EuroFW_Portimao)

Os algarvios Miguel Martinho e Margarida Gil Morais foram os dois únicos portugueses em prova. Miguel Martinho andou sempre atrás do seu nemésis na categoria Masters de Formula Windsurfing, Janis Preiss, da Letónia. O algarvio foi encurtando a distância e chegou ao último dia a 5 pontos de distância do adversário. Estava disposto a lutar pela vitória no último dia, mas o vento não cooperou e ontem não houve regatas na Baía Maratona.

Janis Preiss venceu o campeonato, pelo terceiro ano consecutivo. O atleta da Letónia é também vice-campeão do mundo em título na categoria Absoluto. Miguel Martinho perdeu pelo terceiro ano consecutivo para o letão. O algarvio voltou a sagrar-se vice-campeão do mundo Masters, tal como em 2014, depois de no ano passado ter sido 3º no Mundial Masters em Lagos e de ter conquistado já este ano, em Portimão, o título de Campeão Europeu Masters.

“Foi um bom evento cheio de grande emoção, saio dele com o gosto um pouco amargo, pois por falha somente minha, erros tácticos, perdi a primeira posição”, comentou Miguel Martinho, na rede social Facebook. O atleta algarvio aproveitou para dar os parabéns a Janis Preiss e para agradecer os apoios recebidos. “Um especial obrigado à minha família, por me proporcionar a minha vinda a este evento, sem eles não teria sido possível”, concluiu Miguel Martinho.

Margarida Gil Morais comandou a frota feminina na Grécia desde o início do festival mundial (®GFWA)

Margarida Gil Morais comandou a frota feminina na Grécia desde o início do festival mundial (®GFWA)

Margarida Gil Morais comandou desde o início a classificação feminina no Festival Mundial de Formula Windsurfing 2016. Não estava em causa o título mundial feminino, suspenso pela associação internacional da classe por falta de dimensão competitiva. Mas a algarvia lutou pelo título feminino no campeonato (Campeã FW) e pela vitória feminina na Taça da Europa Helénica.

Margarida Gil Morais foi a melhor atleta feminina na Baía Maratona e conquistou as duas vitórias ao alcance das senhoras no festival mundial. “Acabo assim em primeiro feminino este Campeonato do Mundo. Queria agradecer o apoio incondicional dos meus pais e do meu irmão. Por estarem sempre lá e por me terem possibilitado estar aqui hoje. Sem qualquer apoio, consegui vir aqui e ganhar”, comentou a atleta algarvia, na rede social Facebook.

A Formula Windsurfing é uma Classe de Vela em franco crescimento, nos últimos três anos, em Portugal. Margarida Gil Morais é uma das duas mulheres que este ano participaram no circuito nacional da classe e costuma posicionar-se a meio das tabelas classificavas masculinas. É uma velejadora com muita garra e foco, a melhor portuguesa em FW e criou há pouco tempo uma marca de design de acessórios de moda inspirado pelo mar: Made in Ocean, que inclui a linha exclusiva de pulseiras ‘Mar Meu’, tudo desenhado e feito à mão pela velejadora.

Margarida Gil Morais numa das 'skippers meetings' do evento (®GFWA)

Margarida Gil Morais numa das ‘skippers meetings’ do evento (®GFWA)

 

Comentários