pub

47º Troféu S.A.R. Princesa Sofia

Última Oportunidade Olímpica

Tudo a postos em Palma de Maiorca, para a última prova de qualificação europeia de vela para os Jogos Olímpicos Rio 2016 (®DR)
Tudo a postos em Palma de Maiorca, para a última prova de qualificação europeia de vela para os Jogos Olímpicos Rio 2016 (®DR)
pub

Mais de mil velejadores de 68 países iniciam amanhã a participação no 47º Troféu S.A.R. Princesa Sofia, que decorre até 2 de Abril, em Maiorca, Espanha. A clássica do Mediterrâneo tem este ano carácter decisivo no apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016, dado que é a derradeira prova de qualificação europeia. Portugal vai tentar passaporte para o Brasil nas classes Finn, 470 Masculino, Laser Radial e Nacra 17, enquanto os Laser Standard cumprem a última prova de selecção nacional. A numerosa comitiva portuguesa compete ainda em 49er, RS:X Masculino e Dragão.

É a última hipótese de qualificação europeia para o Rio de Janeiro. Até ao próximo Sábado todas as atenções estão focadas em Maiorca. Frederico Melo (Finn), Sara Carmo e Carolina João (Laser Radial), João Villas-Boas/Tomás Camelo, António Matos Rosa/João Matos Rosa e Diogo Pereira/Manuel Macedo (470 Masculino) e Afonso Domingos/Mariana Lobato (Nacra 17) buscam o sonho olímpico, numa tarefa que se afigura complicada mas não impossível.

Nos Finn, Frederico Melo tem adversários de peso no caminho para os Jogos Olímpicos. Espanha, Turquia, Alemanha, Rússia, República Checa, Polónia, Ucrânia, Irlanda e Suíça também procuram ocupar a única vaga disponível. O velejador nacional persegue esse objectivo deixando a luta pelo triunfo para nomes como o britânico Giles Scott, o holandês Pieter-Jan Postma ou o neozelandês Josh Junior.

Sara Carmo e Carolina João estarão no Laser Radial. Apesar dos dois lugares disponíveis para as olimpíadas brasileiras, não será fácil ocupá-los. Pela frente, as velejadoras portuguesas têm Espanha, Alemanha, Suíça, Eslovénia, Estónia, Grécia, Hungria, Israel, Polónia, Rússia e Ucrânia. Favoritas à vitória em águas maiorquinas são a sueca Josefin Olsson, a belga Evi Van Acker ou a lituana Gintare Scheidt.

Três duplas nacionais, João Villas-Boas/Tomás Camelo, António Matos Rosa/João Matos Rosa e Diogo Pereira/Manuel Macedo, vão estar na batalha pela vaga nos 470 Masculinos. A concorrência é forte e liderada por Itália, mas Bélgica, Hungria, Polónia e Ucrânia não podem ser descuradas. Os australianos Mathew Belcher/Will Ryan ou os croatas Sime Fantela/Igor Marenic são os principais candidatos ao primeiro lugar no Troféu Princesa Sofia.

Em Nacra 17, Afonso Domingos/Mariana Lobato têm também missão complicada e uma vaga disponível. A tripulação nacional tem de conseguir ultrapassar Bélgica, Bulgária, Grécia, Hungria, Noruega, Rússia e Suécia, para marcar presença nos Jogos Olímpicos. Os franceses Billy Besson/Marie Riou são os maiores pretendentes à primeira posição em Maiorca.

Já com lugar garantido no Rio de Janeiro está o Laser Standard, que cumpre a segunda prova de selecção interna. Gustavo Lima ganhou vantagem no europeu de Laser, realizado nas Canárias, mas Eduardo Marques e Rui Silveira ainda têm uma palavra a dizer. Santiago Sampaio estará igualmente presente mas não está envolvido na disputa pela convocatória olímpica. O eterno Robert Scheidt, do Brasil ou o croata Tonci Stipanovic podem chegar ao lugar mais alto do pódio.

Jorge Lima/José Costa cumprem mais uma etapa no caminho para Rio de Janeiro. A dupla de 49er está entre as melhores da frota mundial e pode ambicionar ao pódio em águas maiorquinas. Desta feita, os jovens algarvios Rodolfo Pires/Gonçalo Pires também marcam presença com o objectivo de ganharem experiência internacional. Os dinamarqueses Jonas Warrer/Christian Lubeck, os australianos Nathan Outteridge/Iain Jensen ou os austríacos Nico Delle Karth/Nikolaus Resch estarão na disputa pelos lugares cimeiros.

Rumo a sua sétima participação olímpica está João Rodrigues. O velejador da classe RS:X pode alcançar um bom resultado em águas da baleares tendo pela frente atletas de grande gabarito como o israelita Shahar Zubari ou o polaco Pawel Tarnowski.

Nas classes não olímpicas, Patrick Monteiro de Barros/Rodrigo Vantacich/Vincent Hoesch iniciam a competição dia 30 de Abril.

A primeira regata do 47o Troféu S.A.R. Princesa Sofia está agendada para as 10 horas da manhã portuguesas.

Países europeus ainda não apurados e respectivos velejadores inscritos

Finn – 23 barcos no Rio de Janeiro 2016
Uma vaga em disputa
*Entre parênteses lugar actual no Ranking Mundial

Já apurados (Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Croácia, Dinamarca, Estados Unidos, Eslovénia, Estónia, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Noruega, Nova Zelândia, República Popular da China, Suécia, Uruguai)

Portugal

Frederico Melo (43)

Alemanha

Phillip Kasueske (36)

Max Kohlhoff (59)

Eike Tjark Martens (67)

Denny Jeschull (162)

Espanha

Alex Muscat (26)

Pablo Guitián (31)

Victor Gorostegui Arce (90)

Alejandro Aranzueque (99)

Miguel Fernández Vasco (130)

Jorge Navarro (279)

Andres Lloret Perez (302)

Carlos Ordóñez (343)

Polónia

Piotr Kula (34)

Milosz Wojewski (60)

Mikolaj Lahn (70)

Michal Jodlowski (142)

Lukasz Lesinski (231)

Sebastian Kalafarski (291)

República Checa

Ondrej Teply (37)

Michael Maier (50)

República da Irlanda

Oisin MccLelland

Rússia

Egor Terpigorev (27)

Arkadiy Kristanov (28)

Aleksey Borisov (46)

Anatoly Korshikov (53)

Vladimir Krutskikh (56)

Alexey Selivanov (68)

Lanfranko Cirillo (120)

Evgeniy Deiev (173)

Yury Polovinkin (275)

Suíça

Thomas Gaustschi (144)

Turquia

Alican Kaynar (22)

Ucrânia

Andrii Gusenko (47)

470 Masculino – 26 barcos no Rio de Janeiro 2016 Uma vaga em disputa
*Entre parênteses lugar actual no Ranking Mundial

Já apurados (África do Sul, Alemanha, Angola, Argentina, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, Chile, Coreia do Sul, Croácia, Estados Unidos, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Israel, Japão, Nova Zelândia, República Popular da China, Rússia, Suécia, Suíça, Turquia)

Portugal

João Villas-Boas/Tomás Camelo (44)

António Matos Rosa/João Matos Rosa (61)

Diogo Pereira/Manuel Macedo (78)

Bélgica

Corentin Demanet/Lauwers Quinten (40)

Hungria

Balazs Gyapjas/Zsombor Gyapjas (170)

Itália

Simon Kosuta/Jas Farneti (38)

Matteo Capurro/Matteo Puppo (41)

Gabrio Zandonà/Andrea Trani (42)

Emanuele Savoini/Enzio Savoini (49)

Giacomo Ferrari/Giulio Calabro (60)

Niccoló Bertola/Jacopo Izzo (85)

Corrado Capece Minutolo/Valerio Galati (182)

Mattia Panigoni/Cesare Massa

Polónia

Maciej Sapiejka/Adam Krefft (74)

Kamil Cesarski/Beniamin Waszkiewicz (88)

Marcin Urbanski/Pawel Krysiak (127)

Ucrânia

Borys Shvets/Pavlo Matsuyev (87)

Igor Lvov/Illia Malovychko (149)

Sergii Pochtovyk/Igor Severianov (175)

—-

Laser Radial – 37 barcos no Rio de Janeiro 2016 Duas vagas em disputa
*Entre parênteses lugar actual no Ranking Mundial

Já apurados (Argélia, Argentina, Aruba, Austrália, Bélgica, Bermuda, Bielorrússia, Brasil, Canadá, Croácia, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Holanda, Ilhas Cook, Itália, Japão, Lituânia, Malásia, Noruega, Nova Zelândia, Perú, República Checa, República Popular da China, República da Irlanda, Singapura, Suécia, Tailândia, Tunísia, Turquia, Uruguai)

Portugal

Carolina João (289)

Sara Carmo (sem ranking)

Alemanha

Svenja Weger (28)

Pauline Liebig (38) Pia Kuhlmann (68) Lena Haverland (70)

Eslovénia

Kim Pletikos (84)

Espanha

Alicia Cebrián (25)

Martina Reino Cacho (50)

Aina Bauza Roig (206)

Monica Azon (216)

Magdalena Bonet Puig (287)

Cristina Garcia Aguilar (319)

Mar Piña Pol (413)

Pilar Iess Falcon (457)

Paula Lissorgues Egea (517)

America Cabrera Rodriguez

Estónia

Anna Pohlak (58)

Grécia

Vasileia Karachaliou (89)

Athanasia Fakidi (154)

Angeliki Rekka (491)

Maria Vlachou (512)

Hungria

Maria Erdi (53)

Israel

Oren Jacob (46)

Polónia

Agata Barwinska (39)

Rússia

Elena Vorobeva (45)

Ekaterina Zyuzina (75)

Ekaterina Morgun (77)

Natalia Ganzhenko (114)

Tatiana Vorobyeva (357)

Suíça

Maud Jayet (57)

Andrea Nordquist (94)

Lucie Ben-Amor (117)

Ucrânia

Sofiia Larycheva (63)

Kateryna Gumenko (263)

Nacra 17 – 20 barcos no Rio de Janeiro 2016
Uma vaga em disputa
*Entre parênteses lugar actual no Ranking Mundial

Já apurados (Alemanha, Argentina, Aruba, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, França, Grã-Bretanha, Holanda, Itália, Nova Zelândia, Singapura, Suíça, Uruguai)

Portugal

Afonso Domingos/Mariana Lobato(69)

Bélgica

Morgan Good/Dominique Ampe (68)

Bulgária

Yoana Petrova/Nikolay Tashev (47)

Grécia

Sofia Bekatorou/Konstantinos Trigonis (25)

Hungria

Flora Anna Virág/Andrea Martinelli (87)

Noruega

Nicholas Fadler Martinsen/Martine Steller Mortensen (43)

Rússia

Sergey Dzhienbaev/Daria Ivanova (31)

Maksim Semenov/Alina Shchetinkina (35)

Viatcheslav Sheludyakov/Kristina Sulima (58)

Olesia Zhukova/Maksim Sudachkov (83)

Alena Pankratova/Aleksandr Martemianov (94)

Suécia

Ida Svensson/Rasmus Rosengren (33)

Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016

Classes Apuradas

49er – 20 barcos no Rio de Janeiro 2016

Já apurados (Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Chile, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão, Nova Zelândia, Polónia, Portugal, República da Irlanda)

Convocados para os Jogos Olímpicos – Jorge Lima/José Costa

RS:X Masculino – 36 pranchas no Rio de Janeiro 2016

Já apurados (Argélia, Alemanha, Argentina, Bielorrússia, Brasil, Canadá, Chipre, Colômbia, Coreia do Sul, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hong Kong, Hungria, Israel, Itália, Japão, Lituânia, México, Noruega, Nova Zelândia, Polónia, Portugal, Rússia, Seychelles, Singapura, Suíça, Tailândia, Ucrânia, Venezuela)

Convocado para os Jogos Olímpicos – João Rodrigues

Laser Standard – 46 barcos no Rio de Janeiro 2016

Já apurados (África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Chipre, Croácia, Coreia do Sul, Dinamarca, Egipto, Estados Unidos, Estónia, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Guatemala, Holanda, Hungria, Ilhas Cook, Ilhas Virgens, Itália, Malásia, México, Montenegro, Noruega, Nova Zelândia, Perú, Polónia, Portugal, República da Irlanda, São Salvador, Seychelles, Singapura, Suécia, Tailândia, Trindade & Tobago, Tunísia, Venezuela)

2a e última prova de selecção para os Jogos Olímpicos – Gustavo Lima, Eduardo Marques e Rui Silveira

Fonte: Nota de Imprensa Federação Portuguesa de Vela

 

Comentários