pub

Campeã portuguesa repete triunfo do ano passado

Teresa Bonvalot Vence Caparica Junior Pro

Portuguesa Teresa Bonvalot venceu o Caparica Junior Pro pelo segundo ano consecutivo (®LaurentMasurel/WSL)
Portuguesa Teresa Bonvalot venceu o Caparica Junior Pro pelo segundo ano consecutivo (®LaurentMasurel/WSL)
pub

A campeã nacional de surf, Teresa Bonvalot, venceu o Caparica Junior Pro, primeira etapa do Pro Junior Europeu 2016. A surfista portuguesa bateu a basca Nadia Erostarbe numa final feminina disputada em mar difícil, baixo, fechado e fortemente afetado pelo vento, esta tarde, na Praia do Paraíso. O surfista de Guadalupe Thomas Debierre venceu o português Luís Perloiro na final masculina, depois de ter eliminado outro português, João Moreira, nas meias-finais.

Com duas ondas na casa dos sete pontos, Debierre conquistou a sua primeira vitória JQS de sempre e assumiu a liderança do Pro Junior Europeu 2016. “Nem acredito. O meu objetivo era chegar aos quartos-de-final e conseguir ir até ao fim e ganhar foi um pouco inesperado”, comentou o surfista de Guadalupe, 15 anos de idade.

Thomas Debierre (na imagem) venceu o português Luís Perloiro na final masculina (®LaurentMasurel/WSL)

Thomas Debierre (na imagem) venceu o português Luís Perloiro na final masculina (®LaurentMasurel/WSL)

O Caparica Pro Junior 2016 fica com uma forte marca portuguesa. Luís Perloiro chegou à final. E João Moreira e Arran Strong chegaram às meias-finais. Já para não falar de Teresa Bonvalot, 16 anos de idade, que venceu a prova pelo segundo ano consecutivo e assumiu a liderança do circuito feminino Pro Junior Europeu, do qual foi vice-campeã em 2015. “As condições estavam hoje muito difíceis, um pouco tempestuosas, portanto, estou super-feliz por ter conseguido vencer”, comentou Teresa Bonvalot.

Quatro algarvios estavam inscritos no Caparica Junior Pro, dois deles – Concha Balsemão e João Mendonça – em estreia absoluta em provas WSL. Concha Balsemão perdeu em 3º nos ‘trials’ femininos e concluiu a prova em 33º. João Mendonça avançou duas rondas e perdeu em 3º na Ronda 3 masculina, em 33º na classificação final.

Egor Volkov, atleta russo residente no Algarve, passou os ‘trials’ masculinos (Ronda 1) e perdeu na ronda seguinte, concluindo a prova em 65º lugar. Yolanda Hopkins estava inscrita com entrada direta na Ronda 2 Feminina, mas não surfou.

Comentários