pub

Imagens | Pictures | Praia da Falésia (Vilamoura), 8 e 9 fevereiro

Galeria Etapa 1 CRSSul 2016

pub

O Circuito Regional de Surf do Sul (CRSSul) 2016 começou com muita emoção, estreias promissoras, regressos emblemáticos e um número recorde de surfistas inscritos (128) na Etapa 1, dias 8 e 9 de fevereiro, na Praia da Falésia, Vilamoura. A prova foi organizada por Quarteira Surf Project / Associação Dinamika, com o apoio da Federação Portuguesa de Surf, Câmara Municipal de Loulé e Junta de Freguesia de Quarteira.

O multicampeão regional Miguel Mouzinho (Algarve Surf Clube) venceu o Open, mas teve de lutar muito na final contra adversários fortes, a ponto de ter cometido uma interferência estratégica. Bruno Gregório (Portimão Surf Clube) foi o herói da etapa, ao triunfar nas categorias Sub-16 e Sub-18. A campeã regional Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) venceu o Open Feminino, mas deixou escapar o Sub-18 Feminino. Concha Balsemão (Portimão Surf Clube) arrecadou 2º lugar nas 3 categorias femininas (Open, Sub-18 e Sub-16).

Diogo Pereira (Iate Clube Marina de Portimão) foi o atleta mais forte de todos, proporcionalmente, com uma vitória muito expressiva em Sub-14. O jovem Isaac Felizardo (ICMPortimão) ‘rendeu a guarda’ ao bater o veterano Manuel Mestre (Clube de Surf de Faro) na final Longboard, categoria em que assinalamos a estreia de Daniela Campos (Quarteira Surf Project). Diogo e Isaac treinam-se na escola de surf Playsurf, na Praia da Rocha.

Manuel Mestre (‘Necas’) protagonizou um dos regressos emblemáticos ao circuito regional do qual se havia despedido há dois anos. Outro regresso que também eleva o nível do surf no circuito foi o de Gustavo Gouveia (Clube Naval de Portimão), campeão nacional em 2001 e várias vezes campeão regional. ‘Guga’, responsável pela escola de surf Future Surfing School, tem 42 anos de idade e pôs os adversários em sentido, sagrando-se vice-campeão Open na etapa.

No capítulo das estreias, Moreno Lelis surpreendeu com bom surf e presença na final Open. O brasileiro chegou há cinco meses a Lagos e já encantou a marca inglesa Northcore, que o levou à etapa regional. Mais inspiradoras foram as estreias dos mais novos, casos de Boedi Wright (Portimão Surf Clube, 5º lugar Sub-12), Martim Brandão (Albufeira Surf Clube, estreia em vitórias, nos Sub-10) e Splinter (2º lugar Sub-12) e Salvador Catarino (2º lugar Sub-10), dois atletas do Algarve Surf Clube nas mãos do experiente treinador Sérgio Brandão.

O Swell-Algarve saúda ainda a participação dos visitantes Caparica Surfing Clube e Surf Lisbon Formação,  cujos atletas conseguiram bons resultados na Falésia. Os irmãos Simão e Gaspar Teixeira, que fizeram vários circuitos de surf do Algarve no passado, chegaram à final Sub-18 conduzidos pela Surf Lisbon Formação, que venceu em Sub-12 por Pedro Ulrich. E a jovem Matilde Antunes deu ao Caparica Surfing Clube vitórias em Sub-16 e Sub-18 Feminino.

Ainda que a chuva, o vento e a qualidade do mar, sobretudo no segundo dia, não tivessem ajudado, a prova em Vilamoura deu um importante sinal de vitalidade para o futuro do surf no Algarve. Aqui ficam as imagens possíveis, captadas em condições difíceis.

Links:

CRRSul 2016 | Etapa 1 (Praia da Falésia, Vilamoura) – Dia 2

CRRSul 2016 | Etapa 1 (Praia da Falésia, Vilamoura) – Dia 1

Comentários