pub

Bolsa Tour do EDP Mar Sem Fim

Alex Botelho Treina na Mítica Jaws

Alex Botelho vai estar um mês no Hawaii, a treinar em Jaws, para tentar ir ao Mundial de Ondas Grandes (®EDPMarSemFim)
Alex Botelho vai estar um mês no Hawaii, a treinar em Jaws, para tentar ir ao Mundial de Ondas Grandes (®EDPMarSemFim)
pub

O EDP Mar Sem Fim, projeto pioneiro de descoberta de ondas grandes, desconhecidas e inexploradas em Portugal, orgulha-se de anunciar que Alex Botelho, vencedor da Bolsa Tour relativa à presente temporada, viajou para o Hawaii, ilha de Maui, onde irá ficar o próximo mês a treinar e a conhecer uma das ondas mais conhecidas no panorama do surf de ondas grandes: P’eahi (Jaws).

Jaws foi palco da última prova do circuito mundial de ondas grandes WSL, sendo reconhecida atualmente como a Meca do Surf de remada em ondas grandes. É por isso um local de eleição para Alex Botelho, reconhecido surfista algarvio de ondas grandes, que irá assim aproveitar o valor da Bolsa EDP Mar Sem Fim para treinar e recolher imagens de forma a submeter-se ao Big Wave Tour da WSL.

Segundo Alex Botelho, “para sexta-feira e sábado, dias 15 e 16 de janeiro de 2016, as previsões são de uma ondulação de tamanho XXL a chegar as ilhas do Hawaii. A ondulação, em conjunto com as previsões de vento, reúne as condições necessárias para que P’eahi (Jaws) esteja em eminência de funcionar. Esta onda tem-se mostrado como um palco mundial para o surf de ondas grandes na remada, e é por essa razão que estou a caminho de Jaws e que agradeço ao EDP Mar Sem Fim por ajudar a concretizar esta oportunidade. Apanhar esta onda tem sido um dos meus objetivos com o intuito de juntar imagens e ‘crédito’ para poder ter uma vaga no Big Wave Tour. Vai ser sem dúvida um autêntico desafio e uma oportunidade única para superar limites.”

Já para João de Macedo, Coordenador das Bolsas EDP Mar Sem Fim, “dar a possibilidade a surfistas de ondas grandes portugueses, com talento excecional, de realizarem os seus sonhos e puxar o surf de ondas grandes português é um objetivo primordial do projeto EDP Mar Sem Fim. Neste caso, treinar e marcar presença para entrar no Mundial de Ondas Grandes. Com esta ida a Maui o Alex está a trabalhar para isso mesmo, voltar a ter outro português no Mundial de Ondas Grandes.”

Com esta Bolsa, o Alex será o primeiro surfista Português a surfar Jaws, é exatamente nisto que o EDP Mar Sem Fim acredita e investe, mais sucesso e presença dos portugueses nas Ondas Grandes. É com imenso orgulho que a equipa do EDP Mar Sem Fim vê o Bolseiro Tour Alex Botelho arrancar para um mega swell em Jaws.

O EDP Mar Sem Fim, anunciou, no início do inverno, a lista de vencedores das Bolsas de Exploração de Ondas Grandes para a temporada 2015/2016, tendo sido atribuídas aos surfistas António Silva e Ramón Laureano da Jet Resgate Portugal (Bolsa XXL), Alexandre Botelho (Bolsa Tour), Jácome Correia (Bolsa Rookie) e Joana Andrade (Bolsa Girl).

As Bolsas EDP Mar Sem Fim atribuem este ano um valor total de 7.500 euros e foram criadas com o objetivo de apoiar e projetar o surf português de ondas grandes e de exploração, através de um fundo de apoio que atribui anualmente bolsas aos surfistas portugueses para a realização de expedições de surf que melhor cumpram os objetivos do EDP Mar Sem Fim.

Fonte: Nota de Imprensa EDP Mar Sem Fim

Comentários