pub

Open Sines Surf Club | Sub-12 | Dia 1

Diogo Brasil Vence em São Torpes

Diogo Brasil, na final Sub-12 em São Torpes, que venceu, hoje, sábado, 28 de novembro (®PauloMarcelino)
Diogo Brasil, na final Sub-12 em São Torpes, que venceu, hoje, sábado, 28 de novembro (®PauloMarcelino)
pub

O algarvio Diogo Brasil venceu o Open do Sines Surf Clube na categoria Sub-12, disputada na íntegra este este sábado, 28 de novembro, no Pico Louco, em São Torpes. Foi uma final totalmente algarvia, realizada em ‘mar pequeno’ e na qual o vencedor se impôs a atletas mais cotados. O evento prossegue amanhã, domingo, com as categorias Open (Masculino e Feminino) e Sub-16 e na expectativa de que se confirmem as previsões de subida significativa da altura das ondas.

Faltaram as ondas no primeiro dia do Open do Sines Surf Clube, para o qual se inscreveram cerca de duas dezenas de atletas das duas escolas de surf da Praia da Rocha – Playsurf e Future Surfing School – e do Portimão Surf Clube. A comitiva algarvia foi reforçada pelo surfista Ivan Bailote, de Albufeira, que levou o seu sobrinho Martim Brandão para competir no escalão mais jovem.

Mar esteve muito pequeno, este sábado, em São Torpes (®PauloMarcelino)

Mar esteve muito pequeno, este sábado, em São Torpes (®PauloMarcelino)

As alternativas próximas ao Pico Louco foram escassas e nada consistentes. Por essa razão e também devido ao cancelamento do Longboard (poucos inscritos) e Bodyboard (apenas o algarvio Filipe Costa compareceu), o Sines Surf Clube decidiu concentrar hoje a ação no Pico Louco e na categoria Sub-12. Para amanhã, domingo, 29 de novembro, as previsões são muito boas e o dia está reservado às categorias restantes: Open (Masculino e Feminino) e Sub-16.

Doze atletas participaram na categoria Sub-12, entre os quais cinco algarvios. A prova começou na ronda de quartos-de-final, com baterias de 3 atletas cada, seguindo-se as meias-finais, com 4 atletas cada; e a final, com quatro atletas. Nas duas primeiras rondas, as baterias tiveram a duração de 15 minutos e a final foi alargada a 20 minutos.

Algarvio Henrique ´Piki´Gomes chegou à final Sub-12 e fez, nos quartos-de-final, a melhor onda e a melhor pontuação do dia (®PauloMarcelino)

Algarvio Henrique ´Piki´Gomes chegou à final Sub-12 e fez, nos quartos-de-final, a melhor onda e a melhor pontuação do dia (®PauloMarcelino)

Os jovens surfistas sentiram muitas dificuldades em evoluir em mar tão pequeno. O estreante Martim Brandão foi a primeira baixa algarvia, logo nos quartos-de-final, na bateria em que o também algarvio Henrique ‘Piki’ Gomes fez a melhor onda (7 pontos) e a melhor pontuação (12,83) do dia. ‘Piki’ está agora a começar no surf, mas já garantiu este ano a vitória em Sub-10 no Circuito Intersócios do Clube Naval de Portimão, ao qual falta ainda uma etapa para ficar concluído.

Sem surpresas face ao surf visto ao longo da manhã, a final Sub-12 foi inteiramente composta por surfistas algarvios. Valentino Miguel, vice-campeão regional do Sul Sub-12 e já campeão Sub-12 do Circuito Intersócios do Clube Naval de Portimão; e Bruno Marçal, 3º melhor Sub-12 do Circuito Regional de Surf do Sul 2015, chegaram à final como claros favoritos à vitória. Ambos são alunos da Future Surfing School e atletas federados pelo Clube Naval de Portimão. Valentino venceu as suas baterias nos quartos-de-final e nas meias-finais.

Os quatro finalistas Sub-12, todos eles algarvios, em plena ação em São Torpes (®PauloMarcelino)

Os quatro finalistas Sub-12, todos eles algarvios, em plena ação em São Torpes (®PauloMarcelino)

À final chegaram também Henrique ‘Piki’ Gomes, aluno da Future Surfing School e federado pelo Clube Naval de Portimão; e Diogo Brasil, aluno da Playsurf e atleta federado pelo Iate Clube Marina de Portimão. Diogo foi o 6º melhor Sub-12 no Circuito Regional de Surf do Sul 2015. Não era favorito na prova de hoje, mas trabalhou muito durante todo o dia e sempre muito concentrado.

Na final Sub-12, os favoritos Valentino e Bruno fizeram ondas boas, mas solitárias, sem conseguirem uma segunda onda de reforço. A melhor onda na final foi feita por Valentino Miguel e recebeu 6,47 pontos. ‘Piki’ terá cedido à pressão e pouco produziu na final. Diogo Brasil manteve a concentração e empenho e acabou por ser os surfista mais consistente (9,80 | 5,83+3,97), conquistando a vitória.

O vencedor Diogo Brasil (fato azul e laranja), com amigos, a treinador Joana Freitas e o pai (®PauloMarcelino)

O vencedor Diogo Brasil (fato azul e laranja), com amigos, a treinador Joana Freitas e o pai (®PauloMarcelino)

Diogo Brasil é de Portimão, tem 11 anos de idade e começou a fazer surf aos sete anos, levado para as ondas pelo pai, surfista amador. Pela mesma idade começou a ter orientação técnica profissional, na Playsurf, e 2014/2015 foi o seu primeiro ano de competição. Hoje, em São Torpes, alcançou a sua primeira vitória em campeonatos.

Amanhã, domingo, 29 de novembro, a chamada junto ao Pico Louco está marcada para as 07h30, para iniciar a competição às 08h00. A jornada deverá começar pelo Open Feminino. Para amanhã esperam-se condições de gala em São Torpes. Segundo as previsões e a opinião de locais, domingo vai ser servido por um ‘swell’ crescente ao longo do dia, que pode chegar a debitar ondas de 1,5 metros a 2 metros e sempre com vento ‘offshore’.

Palanque de juizes. Organização espera dia de gala amanhã, domingo, em São Torpes (®PauloMarcelino)

Palanque de juizes. Organização espera dia de gala amanhã, domingo, em São Torpes (®PauloMarcelino)

No Open Masculino, o Algarve vai estar representado pelos competidores Liga Moche Paulo Almeida (Clube Naval de Portimão) e Ivan Bailote (Albufeira Surf Clube), entre outros atletas mais jovens. Espera-se um festival de surf nas ondas em São Torpes.

Finais Dia 1 Open Sines Surf Clube – São Torpes

Sub-12

1. Diogo Brasil (Playsurf | ICMPortimão)

2. Bruno Marçal (Future | CNPortimão)

3. Valentino Miguel (Future | CNPortimão)

4. Henrique ‘Piki’ Gomes (Future | CNPortimão)

Comentários