pub

Liga MEO Suf 2019 | Etapa 1

Yolanda Hopkins Vice-Campeã Ericeira Pro

Com mar grande em Ribeira d'Ilhas, a algarvia Yolanda Hopkins sagrou-se vice-campeã no Allianz Ericeira Pro... pelo terceiro ano consecutivo (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) sagrou-se vice-campeã no Allianz Ericeira Pro, segunda etapa da Liga MEO Surf 2019, concluída este domingo, 3 de março, na Praia de Ribeira d’Ilhas. A surfista algarvia perdeu na final, para Teresa Bonvalot, depois de ter eliminado a campeã nacional, Camilla Kemp, nas meias-finais. A também algarvia Concha Balsemão terminou em 3º e recebeu os prémios femininos Ericeira Best Surfer, uma vez que está este ano federada pelo Ericeira Surf Clube; e Sumatra Surf Trip (Melhor Júnior). O surfista local Tomás Fernandes venceu a final masculina.

O surf feminino algarvio apresentou-se com muito bom nível no arranque da Liga MEO Surf 2019. Yolanda Hopkins, vice-campeã nacional em título repetiu o resultado alcançado nos últimos dois anos no Allianz Ericeira Pro. O ano passado, a algarvia perdeu a final para Camilla Kemp, depois de ter eliminado Teresa Bonvalot nas meias-finais. Este ano foi ao contrário, mas também em mar grande.

Algarvia Concha Balsemão, este ano a competir pelo Ericeira Surf Clube ganhou os prémios femininos Ericeira Best Surfer e Sumatra Surf Trip – Melhor Júnior (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

Concha Balsemão foi a sensação do campeonato. Com 16 anos de idade, a surfista da Carrapateira, Aljezur, chegou às meias-finais e terminou em 3º, eliminada por Teresa Bonvalot. Antes disso, Concha venceu a sua bateria na Ronda 1 e avançou em 2º na Ronda 2, sempre a par com a conterrânea Yolanda Hopkins.

Marlon Lipke (Clube de Surf de Faro) foi o melhor algarvio no quadro masculino (ver resultados algarvios, abaixo). O surfista de Lagos terminou em 13º, eliminado sábado, na Ronda 3. Recorde-se que Marlon venceu uma das etapas da Liga o ano passado, no Porto, e terminou a temporada como candidato ao título nacional.

Pódio Feminino Allianz Ericeira Pro 2019 com as algarvias Yolanda Hopkins, de branco, e Concha Balsemão, laranja (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

Novos líderes Santander Ranking*

As vitórias alcançadas por Tomás Fernandes e Teresa Bonvalot coloca-os na liderança do Santander Ranking, o que garante que na próxima etapa irão vestir a Licra Santander. Este ‘ranking’ é uma das novidades na Liga para este ano. Os líderes feminino e masculino vão para a água com licra vermelha e os cabeças de série em cada bateria passam agora a usar licra laranja.

A surfar em “casa”, Tomás Fernandes, de 23 anos, alcançou a segunda vitória da carreira na Liga MEO Surf, repetindo o sucesso que tinha alcançado em 2013 nesta mesma praia. Já Teresa Bonvalot, de 19 anos, carimbou a 14.ª vitória em etapas da Liga MEO Surf e a primeira a competir pelo Sporting. Tal como Tomás, também a campeã nacional de 2014 e 2015 conseguiu o segundo triunfo da carreira no Allianz Ericeira Pro, depois do sucesso obtido nesta praia em 2015.

No terceiro e último dia do Allianz Ericeira Pro Tomás Fernandes começou por bater o campeão nacional em título, Miguel Blanco, nas meias-finais. Depois, na final, teve pela frente o tetracampeão nacional Vasco Ribeiro, que havia superado Frederico Morais na outra semifinal. No heat de todas as decisões, o surfista da Ericeira começou mais forte e conseguiu logo uma onda de 8,50 pontos em 10 possíveis, que acabou por ser decisiva para o desfecho do campeonato. Com a final a ter emoção até aos últimos segundos, os 13,40 pontos amealhados por Tomás, conseguidos com uma onda surfada já nos últimos minutos, acabaram por ser suficientes perante os 13,10 de Vasco Ribeiro.

Surfista local Tomás Fernandes alcançou a sua segunda vitória na Liga (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

Tomás Fernandes mostrou-se extremamente feliz por regressar aos triunfos. “Comecei a final com uma onda boa, depois andei um pouco perdido, mas deu para ganhar e estou super contente. Não olho para as etapas pelos atletas que estão presentes, mas esta vitória foi, claramente, super emocionante para mim porque já não ganhava nada há cinco ou seis anos. Ganhei, fiquei super feliz, quero agradecer a todos e não há muito mais que consiga dizer neste momento de felicidade”, afirmou.

Por sua vez, a final feminina teve menos equilíbrio, com Teresa Bonvalot a abrir com uma onda de 8,40 pontos, juntando depois uma de 6,75. Com um score de 15,15 pontos em 20 possíveis, a surfista de Cascais acabou por deixar a algarvia Yolanda Hopkins, que foi vice-campeã do Allianz Ericeira Pro pelo terceiro ano consecutivo, em combinação, com apenas 7,35 pontos.

“Estou feliz por começar o ano com esta vitória. Vou agora para a Austrália competir em duas provas importantes do circuito mundial de qualificação, por isso é sempre bom ganhar ritmo e começar o ano desta forma. Estou motivada, tenho treinado muito, estou bem e feliz e o importante é dar o meu melhor sempre”, comentou Teresa, após ter carimbado mais um triunfo na Liga MEO Surf.

Teresa Bonvalot está focada na qualificação para o CT e viaja para a Austrália motivada com a vitória na Ericeira (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

Tomás Fernandes e Teresa Bonvalot vão, assim, vestir a Licra Santander na próxima etapa da Liga MEO Surf 2019, fruto deste arranque na liderança do Santander Ranking. Além disso, ambos saem na frente da luta pela Allianz Triple Crown. A 2.ª etapa da Liga MEO Surf 2019 e, igualmente, da Allianz Triple Crown vai ser o Allianz Figueira Pro, que se realiza ainda este mês de março, entre os dias 29 e 31.

Resultados finais do Allianz Ericeira Pro:
Final masculina: Tomás Fernandes 13,40 pontos vs Vasco Ribeiro 13,10 pontos
Final feminina: Teresa Bonvalot 15,15 pontos vs Yolanda Hopkins 7,35 pontos
Ericeira Best Surfer: Tomás Fernandes e Concha Balsemão
Somersby Onda do Outro Mundo: Vasco Ribeiro, com 9,80 pontos (3.ª ronda)
Renault Expression Session: João Kopke
Sumatra Surf Trip (Melhor Júnior): João Vidal e Concha Balsemão

O Allianz Ericeira Pro marcou o arranque da Allianz Triple Crown, com um prémio anual de 6.000 Euros, da luta pela melhor manobra na Renault Expression Session e pela Somersby Onda do Outro mundo (ambos com 2.500€ anuais), do Santander Award (com 1.500€ anuais), e ainda a designação dos melhores surfistas locais (masculino e feminino) com uma premiação de 1.500€, nesta etapa por via da Câmara Municipal de Mafra. A premiação global da Liga MEO Surf 2019 é de 100.000€.

Todas as etapas da Liga MEO Surf 2019 poderão ser acompanhadas em direto na Sport TV, assim como nos restantes meios oficiais: facebook do MEO, app na posição 810 da grelha de canais MEO, www.ansurfistas.com e redes sociais em @ansurfistas.

A Liga MEO Surf 2019 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Allianz Seguros, Renault, Bom Petisco, Banco Santander, Somersby, Rip Curl, os parceiros de sustentabilidade Fundação Altice e Grupo Jerónimo Martins, com o apoio local da Câmara Municipal de Mafra e Ericeira Surf Clube, e com o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

Resultados Algarvios

Feminino

  • 2. Yolanda Hopkins (CNPortimão)
  • 3. Concha Balsemão (EriceiraSC)
  • 13. Inês Pascoal (AlbufeiraSC)

Masculino

  • 13. Marlon Lipke (FaroSC)
  • 17. Ivan Bailote (AlbufeiraSC)
  • 25. Tomás Nunes (AlbufeiraSC)
  • 25. Diogo Pereira (CNPortimão)
  • 25. Paulo Almeida (CNPortimão)
  • 33. ‘Martim’ Magalhães (CNPortimão)
  • 33. Miguel Marinho (AlbufeiraSC)
  • 49. Leon Schneider (PortimãoSC)
  • 49. Martim Brandão (AlbufeiraSC)

Links:

Allianz Ericeira Pro 2019 | Dia 2

Allianz Ericeira Pro 2019 | Dia 1

‘Call’ Liga MEO Surf 2019

*Fonte (subtítulo): Nota de Imprensa Associação Nacional de Surfistas

Comentários