pub

Martim Magalhães | Seat Pro Netanya | QS 3000

Campeão do Sul Luta por Pontos em Israel

Algarvio Frederico 'Martim' Magalhães vai começar a época desportiva 2019 no QS 3000 em Netanya, a partir de 10 de janeiro (®PauloMarcelino/arquivo)

O Campeão Regional de Surf Open do Sul, Martim Magalhães (Clube Naval de Portimão) vai estar pelo quarto ano consecutivo no Seat Pro Netanya, prova de 3 mil pontos, em Israel, que abre o circuito mundial de qualificação 2019 (‘Qualifying Series’) da World Surf League. O período de espera começa quinta-feira, 10 de janeiro e prolonga-se até dia 19.

Disputado na Praia de Kontiki, a cerca de 30 minutos de carro a norte de Telavive, o Seat Pro Netanya entrou no QS em 2016 e o evento de estreia foi ganho pelo luso-brasileiro Pedro Henrique, que este ano não estará em Israel. A prova começou por ser um QS 1.500, mas já subiu para QS 3.000 e atrai cada vez mais surfistas de qualidade mundial. O cabeça-de-série este ano é o francês Jorgann Couzinet, 16º no ‘ranking’ internacional QS em 2018.

O Seat Pro Netanya é uma prova carismática para Martim Magalhães. Foi em Netanya, em 2016, que o algarvio fez também a sua estreia no ‘Qualifying Series’. O Campeão Regional Open do Sul 2018 regressa a Netanya com a experiência acumulada de três anos e vai querer ultrapassar a Ronda 2, que foi até agora o seu limite: 33º em 2016 e 2017, em QS 1.500; e 49º em 2018, já em QS 3.000.

Este ano, Martim Magalhães tem entrada direta na Ronda 2 (Ronda de 96), numa bateria para a qual também já está sorteado com entrada direta o português Pedro Coelho. O QS israelita vai ter muitos portugueses em prova (ver abaixo), incluindo Eduardo Fernandes, atleta da Grande Lisboa mas federado pelo Algarve Surf Clube.

Portugueses no Seat Pro Netanya 2019

Ronda 1: Salvador Couto, Miguel Matos, Diogo Martins, Gonçalo Vieira, João Moreira, Francisco Almeida

Ronda 2: Eduardo Fernandes, Henrique Pyrrait, Pedro Coelho, Martim Magalhães, Luís Perloiro

Ronda 3: Tomás Fernandes, Miguel Blanco (não compareceu)

Comentários