pub

Circuito mundial 'Qualifying Series' | World Surf League

Francisco Duarte 49º no Pro Santa Cruz

Francisco Duarte foi o melhor algarvio no QS em Santa Cruz, no qual teve entrada direta no 'Round 4', por estar como 'alternate' (®PauloMarcelino/arquivo)
pub

O surfista algarvio Francisco Duarte (Clube Naval de Portimão) conquistou 49º lugar no Pro Santa Cruz 2018, prova de 3 mil pontos do circuito mundial ‘Qualifying Series’, da World Surf League, disputada na Praia da Física, em Santa Cruz. Frederico Morais, surfista de Cascais terminou em 5º e foi o melhor português em prova. Pedro Henrique (Algarve Surf Clube) terminou em 13º. A prova foi ganha pelo (agora) japonês Kanoa Igarashi, vencedor da final contra o espanhol Aritz Aranburu.

Francisco Duarte foi o melhor algarvio em prova. O atleta do Clube Naval de Portimão estava como ‘alternate’ e teve a sorte de entrar diretamente na Ronda 4. O surfista algarvio lutou num jogo de notas baixas, numa bateria equilibrada em que acabou por ser eliminado em 4º, mas a precisar de apenas 4,11 pontos para passar à fase seguinte. A melhor onda da bateria foi pontuada em 4,17 pontos, feita pelo vencedor, o argentino Santiago Muniz. Com este resultado, Francisco Duarte conquistou 330 pontos para o ‘ranking’ QS e um prémio monetário de 450 dólares.

Pedro Henrique, que chegou à Ronda 6, está federado pelo Algarve Surf Clube, mas é surfista da Linha do Estoril, Grande Lisboa. Em situação idêntica está Eduardo Fernandes, que também competiu no Pro Santa Cruz e terminou em 81º, eliminado na Ronda 3.

O Algarve esteve representado em Santa Cruz por mais dois jovens surfistas da região. Jakob Lilienweiss (Algarve Surf Clube) perdeu na Ronda 1 e terminou a prova em 137º. Frederico ‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão) teve entrada direta na Ronda 2 e perdeu em 3º na sua bateria, concluindo a prova em 97º. O resultado de ‘Martim’ foi igual ao de Tiago Pires, que também ‘perdeu de primeira’ na mesma ronda.

Frederico Morais, competidor na elite do Championship Tour WSL é o melhor surfista português da atualidade e foi o melhor português em Santa Cruz. ‘Kikas’ entrou em prova diretamente na Ronda 4, venceu três baterias e acabou eliminado nos quartos-de-final, no duelo contra Ramzi Boukhiam, de Marrocos. Pedro Henrique e Miguel Blanco foram os melhores portugueses seguintes, ambos em 13º.

Comentários