pub

2ª Etapa Liga Meo Surf | Marlon Lipke na Ronda 3

Yolanda e Marlon Começam Bem no Porto

Yolanda Hopkins deu nas vistas com surf 'poderoso' e venceu na Ronda 1 Feminino, no Porto (®screenshot)
Yolanda Hopkins deu nas vistas com surf 'poderoso' e venceu na Ronda 1 Feminino, no Porto (®screenshot)
pub

Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) entrou bem no Renault Porto Pro, 2ª Etapa da Liga Meo Surf 2017, vencendo a sua primeira bateria com surf ‘poderoso’. A jornada de competição na Praia Internacional decorreu em condições difíceis, nas quais alguns surfistas encontraram notas excelentes. A armada algarvia ‘meteu água’, mas Marlon Lipke (Algarve Surf Clube) mostrou grande nível e já está na Ronda 3 Masculina.

A etapa começou esta sexta-feira, 12 de maio. Foi um primeiro dia longo, com ondas de cerca de um metro, que viu acontecer os trials masculinos, nos quais surgiu Tiago Pires, vencedor da etapa anterior; primeira ronda masculina, primeira ronda feminina e, a terminar o dia, seis dos oito heats da segunda ronda masculina. O maior destaque do dia vai para a quantidade de ondas excelentes (entre os 8 e os 10 pontos) efectuadas neste arranque da competição: foram dez ondas dentro do campo do excelente, com destaque para o 9,25 de Vasco Ribeiro, ex-tricampeão nacional, na primeira ronda.

Na categoria masculina, destaque para Marlon Lipke, 3º do ranking, 33 anos, que continua no bom momento de forma exibido na Ericeira. Para se qualificar para a terceira ronda, o algarvio fez duas prestações boas na primeira e segunda ronda, com destaque para esta última, na qual totalizou 15,9 pontos (para a qual contou uma nota excelente de 8,25 pontos), deixando o campeão nacional Pedro Henrique (Algarve Surf Clube) na 2ª posição e eliminando Luís Perloiro (3º) e Filipe Jervis (4º), dois surfistas que, por norma, chegam a fase mais avançadas da etapas da Liga.

Marlon Lipke em ação, esta sexta-fera. Algarvio foi um dos destaques do dia na Praia Internacional (®PedroMestre/ANS)

Marlon Lipke em ação, esta sexta-fera. Algarvio foi um dos destaques do dia na Praia Internacional (®PedroMestre/ANS)

Recorde-se que Marlon Lipke foi vice-campeão do evento em 2016 (ver notícia) e fez 3º lugar (semi-finais) na etapa de abertura da Liga Meo Surf 2017, em Ribeira D’Ilhas.

Também já qualificados para a terceira ronda, e com boas prestações esta sexta-feira, estão Pedro Henrique, Nicolau Von Rupp e Gony Zubizarreta. Por outro lado, José Ferreira, finalista vencido da primeira etapa na Ericeira, esteve desencontrado com as condições do mar, sendo eliminado por Francisco Alves (1º) e Elohe Alvarez (2º) mas à frente de Francisco Duarte (4º).

Nota ainda para Vasco Ribeiro, 22 anos, 3º do ranking, que, apesar de ainda não ter surfado o seu heat da segunda ronda, totalizou 17 pontos (9,25 e 7,75), a maior pontuação da prova até ao momento, no seu heat da primeira ronda.

Pedro Henrique, do Algarve Surf Clube, já está na Ronda 3 (®PedroMestre/ANS)

Pedro Henrique, do Algarve Surf Clube, já está na Ronda 3 (®PedroMestre/ANS)

Na competição feminina, a ex-bicampeã nacional Teresa Bonvalot, foi autora do melhor total do dia ao fazer 14,25 pontos. Perto da surfista cascalense, Camilla Kemp, atual vice-campeã nacional, também esteve em bom plano na sua bateria, garantindo também passagem para a fase seguinte. A fechar a ronda, Mafalda Lopes, não se encontrou com as condições, ficando assim afastada da competição, no que foi uma das surpresas do dia.

Yolanda Hopkins esteve em destaque na Ronda 1 Feminino. A surfista algarvia dominou a segunda bateria da ronda de abertura (12,60 | 6+6,60). “É difícil ver quais são as melhores ondas, mas bem escolhidas são perfeitas. Curti muito e apresentei o meu surf”, comentou Yolanda, na entrevista do ‘live webcast’ após vencer o seu heat.

Na cabine de comentadores ouviu-se o adjetivo ‘poderoso’, para caraterizar o surf de Yolanda. Na verdade, às 21h00 desta sexta-feira, a surfista algarvia liderava as intenções de voto na Liga Meo Fantasy como favorita à vitória… a três horas de encerrarem as votações. Yolanda Hopkins vem de 2º lugar na etapa inaugural da Liga Meo Surf 2017 e foi no Porto que disputou a sua primeira final na então Liga Moche, em 2014.

A algarvia Concha Balsemão (PPSC) competiu na mesa bateria que Yolanda e apurou-se em 2º para a ronda seguinte. Inês Pascoal (Imortal Desportivo Clube) também está na Ronda 2 Feminino, tendo feito 2º lugar na bateria de abertura da competição.

O dia foi negro para a representação algarvia no quadro masculino no Porto. A ‘armada algarvia’ era composta por dez surfistas masculinos e terminou o dia reduzida a três. Francis Gregório (Associação Dinamika), Jakob Lilienweiss (AlgarveSC), Miguel Marinho (Albufeira Surf Clube) e Paulo Almeida (IDC) foram eliminados ‘de primeira’, em 4º nas respetivas baterias da Ronda 1.

Eduardo Fernandes venceu na Ronda 1. Atleta do Algarve Surf Clube faltou à primeira etapa, em março (®screenshot)

Eduardo Fernandes venceu na Ronda 1. Atleta do Algarve Surf Clube faltou à primeira etapa, em março (®screenshot)

A eliminação de Paulo Almeida, vice-campeão regional Open do Sul foi, talvez, a maior surpresa algarvia do dia. O surfista de Portimão estava num ‘heat’ difícil, contra Tomás Fernandes (1º), Miguel Blanco (2º) e Afonso Antunes (3º). O desafio era forte e Tomás Fernandes jogou forte (16,15 pontos em 20 possíveis), mas Paulo Almeida não mostrou o seu surf habitual e perdeu com uma pontuação baixa (7,20).

Frederico ‘Martim’ Magalhães (CNPortimão) também perdeu na Ronda 1, em 3º na segunda bateria do dia. Em mar de rolos com período rápido, ‘Martim’ tinha pela frente dois ‘pesos-pesados’: Nicolau Von Rupp e Filipe Jervis. O surfista algarvio deu muita luta e era 2º nos últimos instantes da bateria, altura em que Nicolau pontuou forte e saltou para a liderança, á frente de Jervis (2º) e de ‘Martim’ (3º).

Na Ronda 2 Masculina (depois da Ronda 1 Feminina) foram eliminados mais dois surfistas algarvios. Ivan Bailote (AlbufeiraSC) e Francisco Duarte (CNPortimão) perderam em 4º, nas respetivas baterias. Eduardo Fernandes (AlgarveSC) venceu a sua bateria na Ronda 1 e ainda não competiu na Ronda 2.

Para amanhã, Sábado, dia 13, o recomeço da competição está marcado para as 8:00 da manhã.

Para além da competição principal, o Renault Porto Pro, verá serem atribuídos os prémios da Renault Expression Session, Somersby Onda do Outro Mundo, do Moche Groms Cup, uma iniciativa da FPS e ANS, e do MEO Rip Curl Fantasy. A premiação global da Liga MEO Surf 2017 é de 90.000€.

Todas as etapas da Liga MEO Surf têm transmissão em directo em www.ligameosurf.pt, e no MEO Kanal 202020, juntando-se ainda os programas diários e de resumo na SIC Radical e Bola TV. As plataformas oficiais são os meios institucionais da Associação Nacional de Surfistas através do seu portal www.ansurfistas.com e as redes sociais em @ansurfistas.

Links:

2ª Etapa Liga Meo Surf 2017 | antevisão

1ª Etapa Liga Meo Surf 2017 | Allianz Ericeira Pro (março)

Fonte: Nota de Imprensa da Associação Nacional de Surfistas, excepto referências em pormenores à prestação de atletas em representação do Algarve, da responsabilidade da redação Swell-Algarve.

Comentários