pub

EDP - XII Campeonato de Portugal de Juvenis 2017

Guilherme Cavaco e Beatriz Gago Campeões de Portugal

Guilherme Cavaco no 1º lugar do pódio Masculino. Vladislav Bedlinskyy, de verde, no 3º. Em 2º ficou o madeirense Vasco Soares (®LuisFraguas/CNS)
Guilherme Cavaco no 1º lugar do pódio Masculino. Vladislav Bedlinskyy, de verde, no 3º. Em 2º ficou o madeirense Vasco Soares (®LuisFraguas/CNS)
pub

Guilherme Cavaco (Ginásio Clube Naval de Faro) é o novo Campeão de Portugal de Juvenis Masculino. O velejador farense venceu o EDP – XII Campeonato de Portugal de Juvenis 2017, em Sesimbra. Beatriz Gago (Clube Naval de Portimão) terminou em 3º na geral e sagrou-se Campeã de Portugal de Juvenis Feminino, pelo terceiro ano consecutivo, feito inédito na Classe Optimist.

O campeonato foi disputado por 120 velejadores de todo o País, durante quatro dias e terminou ontem, sábado 15 de abril. O Algarve teve mais duas presenças em pódio. Vladislav Bedlinskyy (Associação Naval do Guadiana) fez 4º lugar na geral e conquistou a Medalha de Bronze Masculino, valorizando uma época de grande afirmação na Classe. Beatriz Cintra (CNPortimão) foi 6ª na geral e subiu ao 2º lugar do pódio Feminino, repetindo o resultado alcançado o ano passado.

Ontem, último dia do campeonato foram disputadas duas regatas. Guilherme Cavaco era líder desde a véspera e venceu as duas regatas do último dia, consumando da melhor forma a vitória num campeonato  em que demonstrou uma consistência, uma regularidade impressionantes, nunca fazendo pior que 3º lugar nas nove regatas realizadas em quatro dias.

Guilherme Cavaco tem 12 anos de idade e conquistou ontem o seu primeiro título de Campeão de Portugal. “O fator mais importante foi a concentração dele”, comentou o treinador Nuno Silva, ao Swell-Algarve. “Ontem, à hora a que saímos para o mar só havia possibilidade de se fazer duas regatas. Se o Guilherme vencesse a primeira tinha logo o título garantido. Venceu as duas. As condições médias de vento durante todo o campeonato foram boas para ele, mas manter-se sempre calmo foi a chave”, sublinhou o treinador.

Beatriz Gago e Beatriz Cintra de amarelo. Dobradinha do CNPortimão no pódio feminino pelo segundo ano consecutivo. Em 3º feminino ficou Carolina Campos, do Porto (®LuisFraguas/CNS)

Beatriz Gago e Beatriz Cintra de amarelo. Dobradinha do CNPortimão no pódio feminino pelo segundo ano consecutivo. Em 3º feminino ficou Carolina Campos, do Porto (®LuisFraguas/CNS)

Beatriz Gago andou sempre no grupo da frente, mas todos os dias teve uma regata que lhe correu menos bem. “O campeonato podia ter-lhe corrido um bocadinho melhor. O campo de regatas tinha muitos saltos de vento”, reconheceu o treinador Frederico Coutinho Rato, ao Swell-Algarve.

Ontem foi mais um exemplo da menor regularidade feminina. Beatriz Gago tentou o assalto ao 2º posto na geral e ganhou pontos ao madeirense Vasco Soares na primeira do dia. Na última regata do campeonato, Beatriz Cintra liderava com larga vantagem e Beatriz Gago seguia em 3º, muito à frente do madeirense. “Na última bolina tudo mudou. Houve um salto de vento e elas ficaram a boiar. Quem estava atrás conseguiu vento mais próximo das rochas e passou para a frente”, comentou o treinador das atletas. “Foi uma das reviravoltas mais injustas que vi em campeonatos”, concluiu Frederico Coutinho Rato.

“A Beatriz Gago teve um ou outro percalço, mas a verdade é que os outros foram muito fortes, muito constantes. O Guilherme Cavaco fez um campeonato sem falhas; esteve muito bem e está de parabéns”, comentou o treinador de Portimão.

Beatriz Cintra realizou um bom campeonato e, sobretudo, demonstrou enorme fibra no último dia. A velejadora portimonense sofreu uma desclassificação por protesto no penúltimo dia da prova. “Foi muito pesado, fartou-se de chorar”, revelou o treinador. No último dia, atacou forte na água. Perdeu a vitória na primeira do dia a poucos metros da chegada, porque fez um vacilo e teve de penalizar, e ficou a boiar na última bolina do campeonato, quando liderava a regata com larga vantagem.

Beatriz Gago e Beatriz Cintra repetiram a ‘dobradinha’ no pódio feminino. Leonor Dutra (GCNFaro) perdeu ontem, no último dia, o 3º lugar feminino, para Carolina Campos (SCPorto). A velejadora farense ficou a seis pontos de garantir um pódio feminino totalmente algarvio.

EDP – XII Campeonato de Portugal foi disputado por 120 velejadores dos quatro cantos do País, incluindo 31 algarvios. A prova foi organizada por Clube Naval de Sesimbra e Federação Portuguesa de Vela, com os patrocínios EDP e Fidelidade e o apoio da Associação Regional de Vela do Centro.

Resultados Algarvios

1. Guilherme Cavaco (GCNFaro) | Campeão de Portugal Juvenis Masculino

3. Beatriz Gago (CNPortimão) | Tricampeã de Portugal Juvenis Feminino

4. Vladislav Bedlinskyy (ANGuadiana) | Medalha de Bronze Masculino

6. Beatriz Cintra (CNPortimão) | Medalha de Prata Feminino

12. William Risselin (GCNFaro)

14. Miguel Sancho (GCNFaro)

16. Rodrigo Dias (CNPortimão)

21. Leonor Dutra (GCNFaro)

24. Nuno Figenschou (GNOlhão)

32. Daniel Cristiano (CNPortimão)

33. Rafael Ribeiro (CNTavira)

34. Érica Porto (CNTavira)

37. Viktoriya Kononova (ANGuadiana)

43. Luís Gonçalves (ANGuadiana)

47. Filipe Lopes (CNTavira)

51. António Monteiro (CNPortimão)

53. Diogo Faustino (CNPortimão)

54. Julia Rodriguez (ANGuadiana)

60. Julien Carter (GNOlhão)

64. Miguel Mota (CNTavira)

65. Mara António (CNPortimão)

66. Rafaela Sousa (CNPortimão)

71. Guilherme Quitéria (CVLagos)

76. Manuel Paiva (CVLagos)

77. Diogo Garcia (CNTavira)

79. Francisco Dias (CNPortimão)

86. Carolina Mendonça (CNTavira)

99. Matilde Garcia (CNTavira)

101. Marta Fortunato (CVLagos)

102. Raquel Rodrigues (CVLagos)

103. Mariana Ramos (GCNFaro)

Links:

Campeonato de Portugal de Juvenis 2017 | Dia 3

Campeonato de Portugal de Juvenis 2017 | Dia 2

Campeonato de Portugal de Juvenis 2017 | Dia 1

Campeonato de Portugal de Juvenis 2017 | Dia 0

Campeonato de Portugal de Juvenis 2016

Comentários