pub

Circuito ASCC Caparica Power 2017 | #1

Moreno Lelis Triunfa na Caparica

Moreno Lelis, de vermelho, no 1º lugar do pódio Open na 1ª etapa do Circuito ASCC Caparica Power 2017 (®DR)
Moreno Lelis, de vermelho, no 1º lugar do pódio Open na 1ª etapa do Circuito ASCC Caparica Power 2017 (®DR)
pub

Moreno Lelis, surfista brasileiro radicado no Algarve, venceu o Open na 1ª Etapa do Circuito ASCC Caparica Power 2017 sponsored by Almada Forum, na Praia do Marcelino, no fim-de-semana 18 e 19 de março. “Foi uma final entre amigos e acabei dando sorte”, comentou o surfista de Lagos, que dedica a vitória e a melhor onda do campeonato à filha, nascida há três semanas.

“Fui pai há três semanas e foi fantástico. Fui para o campeonato pensando em trazer a vitória pela minha filha e pela minha esposa, que ficou sozinha cuidando da bebé. Ganhar no Dia do Pai foi um bónus”, comentou Moreno Lelis, que também registou a melhor onda do campeonato (8,17 pontos), feita na primeira ronda, sábado, dia com melhores condições.

“Tava meio perdido no heat. Tinham passado 12 minutos e não tinha feito ondas. Estava meio desanimado, achando que ia perder de primeira. Os meninos droparam um ‘set’ e veio uma atrás perfeita, que apanhei e onde consegui fazer quatro manobras boas”, recorda Moreno Lelis. “Fiquei liderando só com o 8,17, mas tinha um ‘backup ruim. Depois achei e um 6 e tal e acabei vencendo o heat”, concluiu.

Moreno Lelis fez, sábado, a melhor onda do campeonato (®DR)

Moreno Lelis fez, sábado, a melhor onda do campeonato (®DR)

Sábado foi dia de boas ondas na Praia do Marcelino. Moreno fez a melhor onda (8,17) e Ivo Santos fez a melhor pontuação combinada do campeonato (15,57 | 8,07+7,50) nesse dia. Os brasileiros Adriano de Jesus e Ian Costa também estiveram em destaque no sábado, com pontuações acima dos 13 pontos.

Domingo foi dia de meias-finais e final Open. “A meia-final foi difícil; fiquei em segundo. Deu uma pausa no set e passei muito à rasca”, comentou Moreno Lelis. “A final foi entre amigos, três bahianos. O Adriano com 38 anos, eu com 31 e o Ian com 22; três gerações da mesma zona do Brasil. Parecia que estava em casa. Combinamos que íamos rodar e acabei dando sorte”, disse o vencedor.

Três amigos bahianos na final Open: Adriano de amarelo; Moreno de vermelho e Ian de branco (®DR)

Três amigos bahianos na final Open: Adriano de amarelo; Moreno de vermelho e Ian de branco (®DR)

Ivo Santos não conseguiu estar na final, tendo perdido nas meias-finais para o jovem talento local Guilherme Ribeiro. Recorde-se que Ivo Santos, Ian Costa e Moreno Lelis foram o trio maravilha do surf de inverno no Algarve. Os três fizeram sessões épicas durante a estação, enquanto Ivo e Ian moravam na zona de Odeceixe, localidade que entretanto trocaram pela Cova do Vapor, zona de origem do guerreiro português Ivo Santos.

Moreno Lelis tinha sido finalista (4º) Open numa das etapas do Caparica Power 2016 e este ano conseguiu a vitória na primeira etapa do circuito da Associação de Surf da Costa de Caparica. Os planos desportivos do surfista de Lagos passam por participar nas duas etapas Open do regional Sul ainda por realizar e completar, se possível, o circuito na Caparica.

Moreno Lelis faltou à etapa do regional Sul na Praia da Falésia porque foi pai nesse fim-de-semana. O surfista está a adorar a experiência. “Se eu soubesse, já tinha feito 10 filhos”, comentou Moreno, com a sua habitual boa disposição.

A 1ª Etapa ASCC Caparica Power 2017 foi disputada em mais três categorias, com vitórias de Mafalda Lopes (Feminino), Gonçalo Vieira (Sub-18) e Martim Paulino (Sub-14).

Finais 1ª Etapa ASCC Caparica Power 2017

Open

1. Moreno Lelis | 12,23 pts

2. Ian Costa | 10,36 pts

3. Adriano de Jesus | 8,20 pts

4. Guilherme Ribeiro | 8,17 pts

Feminino

1. Mafalda Lopes | 11,23 pts

2. Matilde Passarinho | 7,94 pts

3. Inês Bispo | 6,83 pts

4. Benedita Teixeira | 4,80 pts

Sub-18

1. Gonçalo Vieira | 12,10 pts

2. Tomás Ribeiro | 8,80 pts

3. Dylan Groen | 8,66 pts

4. Miguel Matos | 7,57 pts

Sub-14

1. Martim Paulino | 12 pts

2. Martim Ferreira | 6,73 pts

3. Ricardo Brandão | 6,33 pts

4. Guilherme Costa | 4,67 pts

Comentários