pub

'La Invernal de Laredo'

Marlon Lipke Vence em Espanha

Marlon Lipke feliz no lugar mais alto do pódio La Invernal de Laredo 2017 (®PabloGutiérrez)
Marlon Lipke feliz no lugar mais alto do pódio La Invernal de Laredo 2017 (®PabloGutiérrez)
pub

O surfista algarvio Marlon Lipke venceu a segunda edição do La Invernal de Laredo, na província de Cantábria, Norte de Espanha. Marlon venceu uma final emocionante, com boas ondas contra o basco Eneko Acero, o cantábrico Pablo Gutiérrez e o português Henrique Pyrrait, ontem, sábado 4 de fevereiro.

La Invernal está a ganhar fama como o principal campeonato de surf de inverno na Europa. O evento promove o potencial do surf em La Salé e atrai alguns dos melhores surfistas da Galiza, Cantábria, Biscaia e País Basco, que aproveitam o momento de pré-início da época desportiva europeia e lutam por um ‘prize money’ elevado, que atingiu este ano os 6 mil euros (1.800 euros para o vencedor masculino).

A primeira edição, em 2016, foi ganha pelo galego Gony Zubizarreta, amigo e sócio de Marlon na marca Jam Traction. Gony foi um dos cabeças de cartaz na edição deste ano, como defensor do título e melhor surfista espanhol no ‘ranking’ internacional do circuito de qualificação da World Surf League. Estiveram também presentes algumas figuras icónicas do surf espanhol, como o local Pablo Gutiérrez, campeão europeu em 2001, ou Dani Garcia. E aos heróis locais juntaram-se os portugueses Marlon Lipke, Henrique Pyrrait e Francisco Carrasco.

A entrada de Marlon no evento foi anunciada com pompa e circunstância. A organização congratulou-se por ter em prova o surfista algarvio, recordando ser ex-competidor CT e Top 34 mundial (2009), Campeão Europeu Junior em 2004, Campeão Europeu Open em 2012 e vencedor do QS La Patin em 2007 e 2012. É “um dos surfistas mais influentes na história do surf europeu e uma referência mundial”, anunciou a organização.

Marlon Lipke deu boa resposta às expetativas que sobre ele recaiam. O atleta do Algarve Surf Clube venceu o evento, impondo-se numa final bem disputada e servida com ondas de metro sólido, propícias a boas manobras e ao ‘power surfing’ do algarvio. Os dois espanhóis que assumiam o principal favoritismo – Gony Zubizarreta e o surfista de Zarautz Hodei Collazo; campeão e vice-campeão do ano passado – caíram nas meias-finais.

A competição feminina foi ganha pela espanhola Garazi Sánchez, de Bilbau, que era a favorita. O jovem Ignacio Guisasola, de Pontevedra, recebeu o Prémio Rookie do evento, cortesia Jam Traction.

Comentários