pub

Circuito Nacional de Surf Open

‘Ranking’ Algarvio na Liga Moche 2016

Marlon Lipke foi o melhor algarvio na Liga Moche 2016, tendo chegado à última etapa como candidato ao título nacional (®PauloMarcelino/arquivo)
Marlon Lipke foi o melhor algarvio na Liga Moche 2016, tendo chegado à última etapa como candidato ao título nacional (®PauloMarcelino/arquivo)
pub

Terminou a Liga Moche 2016, circuito nacional de surf open. Pedro Henrique e Carol Henrique sagraram-se campeões nacionais e o galego Gony Zubizarreta venceu a liga masculina. Treze surfistas do Algarve fizeram o circuito, ou participaram nalgumas etapas e inscreveram o seu nome entre cerca de 130 atletas com lugar no ‘ranking’ final. Marlon Lipke, antigo competidor do Championship Tour WSL, foi o melhor algarvio na liga.

Três fortes representantes do Algarve na Liga Moche não estiveram presentes este ano. Joackim Guichard está a trilhar o seu futuro nos Estados Unidos da América. O seu irmão gémeo, Luca Guichard, lançou a bebida Surf Kombucha e tem passado mais tempo na Noruega que em Portugal. Miguel Mouzinho sofreu uma lesão grave, em Abril, e não pôde competir.

Gustavo 'Guga' Gouveia fez duas etapas na Liga, da qual estava ausente desde que foi campeão nacional em 2001 (®PauloMarcelino/arquivo)

Gustavo ‘Guga’ Gouveia fez duas etapas na Liga, da qual estava ausente desde que foi campeão nacional em 2001 (®PauloMarcelino/arquivo)

Apesar das ausências, esta Liga Moche proporcionou momentos históricos algarvios. Gustavo ‘Guga’ Gouveia fez um regresso simbólico ao circuito, no qual foi campeão nacional em 2001. E dois jovens talentos do Algarve terminaram a liga com registos inéditos, na última etapa: Francisco Duarte chegou pela primeira vez aos quartos-de-final ‘man-on-man’ e Frederico ‘Martim’ Magalhães venceu o seu primeiro ‘heat’ na liga. Bons sinais para o futuro.

Marlon Lipke (Algarve Surf Clube) terminou na Liga Moche 2016 no 7º lugar do ‘ranking’. O surfista de Lagos faltou a uma das cinco provas e chegou à última etapa como candidato ao título nacional. Marlon foi finalista vencido no Porto (2º lugar) e o seu pior resultado foi o 13º lugar em Cascais (última etapa), onde fez o melhor ‘score’ do primeiro dia da prova.

Francisco Duarte terminou a Liga Moche com o seu melhor resultado de sempre: 5º lugar em Cascais (®PauloMarcelino/arquivo)

Francisco Duarte terminou a Liga Moche com o seu melhor resultado de sempre: 5º lugar em Cascais (®PauloMarcelino/arquivo)

Eduardo Fernandes (Algarve Surf Clube) também fez o seu melhor resultado do ano no Porto: 3º lugar. O surfista de Carcavelos, que compete por um clube algarvio, terminou a Liga Moche 2016 no 11º lugar do ‘ranking’ final, ligeiramente abaixo do 8º lugar que alcançou em 2015.

Francisco Duarte (Clube Naval de Portimão) termina a Liga Moche 2016 com o seu melhor resultado de sempre no circuito: 5º lugar, em Cascais. O surfista de Portimão é o segundo melhor algarvio, mesmo algarvio no circuito, onde conquistou o 20º lugar no ‘ranking’ final.

Frederico 'Martim' Magalhães é o 25º melhor surfista na Liga Moche 2016 (®PauloMarcelino/arquivo)

Frederico ‘Martim’ Magalhães é o 25º melhor surfista na Liga Moche 2016 (®PauloMarcelino/arquivo)

Frederico ‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão) concluiu a Liga Moche 2016 em 25º lugar, igualando o seu ‘ranking’ do ano anterior. O melhor resultado do algarvio no circuito deste ano foi o 13º lugar alcançado na Costa de Caparica. ‘Martim’ venceu uma bateria na última etapa, em Cascais. Apesar de já ter vencido ‘heats’ no circuito mundial de qualificação da WSL, onde até ganhou este ano uma Expression Session, o surfista algarvio nunca tinha ganho um ‘heat’ na Liga Moche.

Na competição feminina, Inês Pascoal (Albufeira Surf Clube) foi a melhor surfista algarvia na Liga Moche 2016, que concluiu em 8º lugar. Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) foi finalista vencida em Ílhavo (2º lugar) e concluiu a liga feminina em 10º lugar.

Inês Pascoal é a melhor algarvia no 'ranking' feminino Liga Moche 2016 (®PauloMarcelino/arquivo)

Inês Pascoal é a melhor algarvia no ‘ranking’ feminino Liga Moche 2016 (®PauloMarcelino/arquivo)

A Liga Moche 2016 teve 5 etapas masculinas e 6 etapas femininas. O ‘ranking’ final masculino tem uma centena de atletas e o feminino 30. Participaram no circuito 10 surfistas masculinos em representação do Algarve e 3 surfistas algarvias. Os resultados finais algarvios são os seguintes:

Ranking Algarvio

(Posição | Nome | Clube | Melhor Resultado | Ausências)

Masculino

7. Marlon Lipke (AlgarveSC) | 2º Porto | Faltou Sintra

11. Eduardo Fermamdes (AlgarveSC) | 3º Porto

20. Francisco Duarte (CNPortimão) | 5º Cascais

25. Frederico ‘Martim’ Magalhães (CNPortimão) | 13º Caparica

29. Ivan Bailote (AlbufeiraSC) | 17º Ericeira e Porto

38. Paulo Almeida (PortimãoSC) | 25º Ericeira, Porto e Sintra | Faltou Cascais 

41. Jakob Lilienweiss (AlgarveSC) | 33º todas | Faltou Cascais

49. Miguel Marinho (AlbufeiraSC) | 33º Ericeira e Cascais | Faltou Porto

56. Gustavo ‘Guga’ Gouveia (CNPortimão) | 17º Porto | Só fez 2 etapas

91. Miguel Mouzinho (AlgarveSC) | 49º Ericeira | Só fez 1 etapa

Feminino

8. Inês Pascoal (AlbufeiraSC) | 9ª Ericeira, Caparica, Porto e Cascais

10. Yolanda Hopkins (CNPortimão) | 2ª Ílhavo | Faltou Sintra

29. Concha Balsemão (PortimãoSC) | 13ª Caparica | Só fez 1 etapa

Links:

5ª Etapa | Huawei Cascais Pro

5ª Etapa | Huawei Cascais Pro – Foco Algarvio

Dia 2 | Huawei Cascais Pro

Dia 1 | Huawei Cascais Pro

5ª Etapa Feminina | Miss Sumol Cup (agosto)

5ª Etapa Feminina | Miss Sumol Cup – Foco Algarvio

4ª Etapa | Allianz Sintra Pro (junho)

4ª Etapa | Allianz Sintra Pro | Dia 2

4ª Etapa | Allianz Sintra Pro | Dia 1

3ª Etapa | Sumol Porto Pro (maio)

3ª Etapa | Sumol Porto Pro | Dia 1

2ª Etapa | Allianz Caparica Pro (abril)

2ª Etapa | Allianz Caparica Pro – Foco Algarvio

1ª Etapa | Allianz Ericeira Pro by Dakine (março)

Comentários