pub

Circuito mundial de qualificação WSL

‘Martim’ Avança para a Ronda 3 em Marrocos

Algarvio Frederico 'Martim' Magalhães já está na ronda de 32 atletas em Casablanca (®DR)
Algarvio Frederico 'Martim' Magalhães já está na ronda de 32 atletas em Casablanca (®DR)
pub

Frederico ‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão) realizou mais um dia positivo no Quiksilver Pro Casablanca, QS 1.500 do circuito mundial de qualificação (‘Qualifying Series’) da World Surf League. Hoje, quarta-feira 14 de setembro, segundo dia de ação na prova marroquina, o surfista algarvio apurou-se para a Ronda 3.

O Quiksilver Pro Casablanca começou com 96 atletas, dos quais só 32 vão estar na Ronda 3. ‘Martim’ Magalhães é um deles. O surfista algarvio apurou-se em 2º (10,33 | 4,40+5,93) na sua bateria da Ronda 2,  atrás do brasileiro Deivid Silva (12,60 | 6,17+6,43), surfista que segue no 8º lugar do ‘ranking’ internacional QS, dentro do Top 10 que se apura diretamente para o circuito de elite Championship Tour.

O mar em Casablanca esteve hoje mais agressivo do que ontem, com ‘sets’ de metro e meio e alguns maiores. Frederico ‘Martim’ Magalhães conseguiu 4,40 pontos numa ‘esquerda’ em que acabou por cair na junção e somou mais 5,93 pontos numa ‘direita’ com uma ‘paulada’ forte ainda no ‘outside’ e um ‘reentry’ também muito forte na finalização. O algarvio deixou para trás o australiano Max Longhurst e o marroquino Redouane Regragui.

Surfista do Clube Naval de Portimão está a realizar uma boa prova em Marrocos (®DR)

Surfista do Clube Naval de Portimão está a realizar uma boa prova em Marrocos (®DR)

O Quiksilver Pro Casablanca realiza-se em simultâneo com o Roxy Pro Casablanca, mas hoje não houve competição para as meninas, pelo que as portuguesas Carol Henrique, Camilla Kemp e Mariana Assis ainda não se estrearam no evento. Esta quarta-feira foram apenas realizadas oito baterias masculinas, metade da Ronda 2.

Foi um dia ‘mais e menos’ para os portugueses. Frederico ‘Martim’ Magalhães e Miguel Blanco conseguiram apurar-se para a Ronda 3, ambos em 2º nos respetivos ‘heats’. Mas Pedro Coelho e Henrique Pyrrait foram eliminados, em 4º nas suas baterias.

O português Pedro Henrique, campeão em titulo do evento (venceu em 2015), ainda não se estreou. O surfista entrou diretamente na Ronda 2 e vai competir na 11ª bateria dessa fase, a terceira após recomeçar a competição masculina, talvez, amanhã, quinta-feira 15 de setembro.

O dia de hoje em Casablanca fica marcado pela ‘super-exibição’ de Ian Gouveia, que fez o primeiro 10 do campeonato e ainda acrescentou um 9,70. O brasileiro, que segue no 9º lugar do ‘ranking’ internacional QS, diz que foi o seu melhor ‘heat’ de sempre. Outro brasileiro que está a realizar uma prova sólida em Casablanca é Lucas Silveira, o campeão mundial júnior, que hoje avançou para a Ronda 3 com uma pontuação consistente (15,90).

Comentários