pub

TCT Global Championships | Lower Trestles, California, EUA

João Mendonça Finalista Mundial Volcom TCT

Algarvio João Maria Mendonça no pódio do TCT Global Championships 2015/2016 (®screenshot)
Algarvio João Maria Mendonça no pódio do TCT Global Championships 2015/2016 (®screenshot)
pub

O algarvio João Maria Mendonça chegou à final Squids no Totally Crustaceous Tour Global Championships 2015/2016, em Lower Trestles, California, Estados Unidos da América. O jovem surfista da Arrifana foi o único português ainda em ação no último dia do campeonato e conseguiu o 4º lugar na sua categoria, com exibições que deram nas vistas e lhe valeram mesmo a alcunha de “yellow viper”.

O TCT Global Championships 2015/2016 terminou ontem, sexta-feira 17 de junho. João Mendonça entrou em ação pelas 10h00 locais (18h00 em Portugal Continental), nas meias-finais Squids (10 anos ou menos à data de 1 de agosto de 2015). O surfista algarvio esperou dois dias pelas meias-finais, depois de ultrapassar duas rondas no primeiro dia do campeonato.

João Mendonça realizou uma meia-final notável. Com Lower Trestles em dia de ‘pérolas’ de metro, metro e meio e excelente formação, o surfista algarvio destacou-se cedo no ‘heat’ com uma onda de 6,33 pontos. Poucos minutos depois, esmagou a concorrência com uma onda de 9,17 pontos, que lhe valeu as palmas dos comentadores e a alcunha “yellow viper” (referência à cor da licra).

João Mendonça ainda reforçou o seu ‘score’ com uma onda de 6,90 pontos e deixou os adversários ‘em combinação’ (a precisarem de duas ondas para chegar ao 1º lugar). Só a 3 minutos do fim da meia-final, o norte-americano Hayden Rodgers conseguiria fazer 8,91 pontos, saindo da combinação e avançando com o algarvio para a final.

Momento na praia e situação da bateria a 8,15 minutos de acabar a final Squids (®screenshot)

Momento na praia e situação da bateria a 8,15 minutos de acabar a final Squids (®screenshot)

Na final Squids, João Maria Mendonça defrontou Kobi Clements (EUA, uma das revelações da prova), Kai Martin (EUA, Havai) e Hayden Rodgers (EUA). O surfista algarvio não entrou bem na final, apanhando três ondas que ‘fecharam’ e não lhe deram espaço para manobrar. A 15 minutos da buzina, a melhor onda do algarvio era um 3,83 pontos. Os adversários já tinham, cada um, uma onda na casa dos 7 ou dos 6 pontos.

João Maria Mendonça nunca desistiu e trabalhou muito até ao fim da bateria. Foi já nos derradeiros minutos que conseguiu fazer uma boa onda com 3 manobras (7,03 pontos), mas estava atrasado em relação aos adversários e acabou em 4º lugar. A final foi ganha pelo havaiano Kai Martin (17,50 | 9,50+8,00), que conseguiu escolher as melhores ondas e trabalhou bem de ‘backside’ na direita de Trestles.

Pelo que vimos, através do webcast, João Maria Mendonça não mostrou nível inferior de surf, antes pelo contrário; conseguiu entusiasmar os comentadores e a praia quando viajou em boas ondas. O surfista algarvio perdeu a final por causa da escolha de ondas, mas ganhou experiência e lugar no palco mundial do surf.

O TCT Global Championships reuniu mais de 240 dos melhores surfistas Esperanças e Juniores do Mundo, apurados para a final global em rondas de campeonatos locais. João Maria Mendonça foi o único português a chegar ao dia das finais. Miguel Blanco (Pro Am) e Afonso Antunes (Groms) tinham sido eliminados na véspera, quinta-feira. No dia anterior tinham perdido de primeira os algarvios Francisco Duarte e Frederico ‘Martim’ Magalhães’ (Pro Am) e João Moreira (Juniors). No primeiro dia tinha ficado pelo caminho Guilherme Ribeiro (Groms).

Links:

TCT Global Championships 2015/2016 | Dia 2

TCT Global Championships 2015/2016 | Dia 1

Comentários