pub

Extreme Sailing Series | Etapa 1 | Muscat, Omã

Sail Portugal Completa Primeira Etapa

O GC32 da Sail Portugal a descolar numa rajada de vento (®LloydImages)
O GC32 da Sail Portugal a descolar numa rajada de vento (®LloydImages)
pub

A equipa Sail Portugal, com o algarvio Luís Brito a bordo, completou a primeira etapa do circuito mundial de vela Extreme Sailing Series, disputada em Muscat, Omã, nos dias 16 a 19 de março. A equipa portuguesa concluiu a etapa no 8º lugar (último), mas evoluiu na adaptação a um barco que não conhecia. “Os resultados não refletem aquilo que foi a nossa evolução. Falta algum tempo para os resultados aparecerem”, comentou Luís Brito.

A equipa portuguesa foi formada na contagem decrescente para o início do circuito mundial e teve o seu primeiro contato com o ‘barco voador’ GC32 já em Muscat, poucos dias antes do início da primeira etapa. A primeira etapa em Omã foi uma prova de adaptação a um barco desconhecido e de coordenação entre velejadores numa equipa recém-formada.

Luís Brito, o olímpico algarvio que integra a equipa portuguesa no Extreme Sailing Series (®SailPortugal)

Luís Brito, o olímpico algarvio que integra a equipa portuguesa no Extreme Sailing Series (®RodrigoRato/SailPortugal)

Nesse aspeto, a prestação da Sail Portugal foi positiva, ao demonstrar boa capacidade para manobrar o GC32 em ventos variados, entre o fraco e o moderado, conseguindo mesmo velejar com o casco no ar. A consistência de resultados no último dia de regatas, ontem, foi o melhor indicador da evolução da equipa.

“Estamos muito satisfeitos com a evolução da equipa ao longo destes quatro dias, nós sabemos onde e como temos de melhorar, e vamos trabalhar com o objetivo de sermos mais consistentes nas próximas etapas . Equipas novas como a nossa, levam sempre tempo a estar afinadas, mas, isto é apenas o início da grande aventura que é o Sail Portugal”, comentou Nick Crabtree, diretor da equipa Sail Portugal.

Equipa Sail Portugal (®SailPortugal)

Equipa Sail Portugal (®SailPortugal)

O Oman Air, de Morgan Larson foi o grande vencedor em Omã, seguido do Red Bull Sailing Team, de Roman Hagara e do Land Rover BAR Academy, de Bleddyn Môn

A próxima etapa do Extreme Sailing Series vai decorrer na China, em Qingdao, nos dias 29 de abril e 2 de maio. O circuito vai fazer escala em Lisboa, nos dias 6 a 9 de outubro.

Comentários